Arquivo da tag: MV Agusta

MV Agusta Brutale 990R Limited Edition 2011


BRUTALE_990R_150-B_640x408

     Modelo exclusivo comemora os 150 anos da unificação da Itália

 

     Limitada em 150 unidades, MV Agusta apresenta edição especial da sua naked BRUTALE 990R, em comemoração aos 150 anos de unificação da Itália. Com sua decoração exclusiva, elaborada pela elite de designers italianos em uma perfeita união de estilo e tecnologia, a fazem um modelo único e exclusivo.

     O que a diferencia das demais versões fica por conta justamente dos detalhes em sua ‘roupagem’, como a capa do painel de instrumentos pintada na cor da moto, com a bandeira da Itália estampada nesta peça, assim como no spoiler.

 

mv_agusta_brutale_990r_limited_edition_02-1024x765

 

     A versão especial ainda conta com uma bela capa para o assento do passageiro, tornando a moto em um monoposto. Identificada com uma exclusiva placa com seu número de série, será comercializada em três cores, vermelha, branca e preta.

     Mecanicamente não sofreu nenhuma alteração. Será vendida exclusivamente na Itália, a um preço de 15 890 Euros.

     fonte: Redação Motociclismo / Marcio Chizzolini

 

mv_agusta_brutale_990r_limited_edition_01-1024x768

 

Equipe: MotosBR

4 Comentários

Arquivado em MVAGUSTA

MV Agusta Brutale 2011


2011_MV_Agusta_Brutale_920_Official_Photos

     Depois de voltar às mãos da família Castiglioni, a italiana MV Agusta tenta se recuperar da crise que afetou (e ainda afeta) a indústria de motocicletas na Europa. Para isso, a empresa apresentou nesta semana uma versão mais “acessível” de sua famosa naked, a Brutale.

2011-MV-Agusta-Brutale-920

     Logo no nome já se notam as diferenças. Ao invés da sigla “R”, indicando sua herança Racing, o novo modelo chama-se simplesmente “Brutale”. Porém o grande diferencial está mesmo no motor, que teve sua capacidade reduzida de 1078 cm³ para 921 cm³. Além de outras pequenas mudanças para reduzir o preço final da moto, cotada a 11.990 Euros, cerca de R$ 27.500 – ainda acima, porém próximo de outras motos japonesas, menos famosas e exclusivas que a Brutale.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_First_Look

     Entretanto, a MV Agusta apressa-se em informar que o modelo mantém o design de Massimo Tamburini que transformou a Brutale em uma das nakeds mais cultuadas em todo o mundo. Defende-se dizendo que as principais mudanças foram feitas para tornar a nova Brutale mais utilizável no dia-a-dia.

De entrada, mas não básica
     De fato, a nova Brutale não é exatamente uma versão básica da naked. O motor de quatro cilindros em linha, apesar da menor capacidade, traz duplo comando de válvulas, 4 válvulas radiais por cilindro, refrigeração líquida e uma moderna central eletrônica da Magneti Marelli, que é também utilizada nos modelos mais top da marca. Sem falar nos dois mapas de gerenciamento do motor e os oito níveis de controle de tração que equipam essa Brutale “acessível”.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Pictures

     Na verdade, a nova Brutale pretende ser mais acessível no preço, mas também na pilotagem. O diâmetro e o curso dos cilindros (73,0 x 55,0 mm) foram projetados para otimizar a entrega dos 129 cavalos de potência máxima (atingidos a 10.500 rpm). Assim como ampliar a faixa de torque e tornar a Brutale talvez um pouco menos bruta, quem sabe?

Urbana
     O sistema de refrigeração líquida foi redesenhado – com radiador de óleo em separado – para manter a temperatura ideal do motor, mesmo em trânsito urbano, garante a MV Agusta.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Engine

     Outra mudança para tornar a Brutale mais urbana foi o banco, agora feito em uma peça somente – antes o assento da garupa era separado e menor. Mais estreito e baixo deve garantir mais conforto tanto ao piloto quanto a garupa.

     O conjunto de suspensões, contudo, manteve a excelência. Na dianteira, um garfo telescópico invertido Marzocchi com tubos de 50 mm totalmente ajustáveis. Mas com novas válvulas internas que, segundo os engenheiros, garante um funcionamento mais macio e suave. Na traseira, o mesmo monobraço de alumínio com um amortecedor Sachs, mais simples, somente com regulagem da précarga e retorno. O quadro é o mesmo dos modelos 990R e 1078RR em treliça feito em aço com painéis laterais em alumínio.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Exhaust

     Uma mudança bastante perceptível no visual foi a posição das setas dianteiras, agora fixadas junto ao farol excêntrico. Nas versões mais top, as setas são integradas aos espelhos retrovisores.

     A nova MV Agusta Brutale estará disponível apenas nas cores preta e branca, por enquanto nas concessionárias européias da marca.

[Por:Agência Infomoto]

 

2011-mv-agusta-brutale-920-unveiled-medium_2

2011-mv-agusta-brutale-920-front

2011_MV_Agusta_Brutale_920

2011-mv-agusta-brutale-920-unveiled-medium_11

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em MVAGUSTA

MV AGUSTA F4 1078 RR 312 “Edizione Finale”


MVAgustaF4312RR1078FE99

 

A MV Agusta revelou uma edição limitada da esportiva F4. Batizada de  F4 1078 RR 312 Edizione Finale, a moto é uma versão atualizada da 1078 RR 312.

 

MVAgustaF4312RR1078FE9

 

Seu motor de 1.078 cm³ atinge potência de 191 cv e garante velocidade máxima de 312 km/h, de acordo com a fabricante italiana. Assentos em couro marrom com costuras vermelhas são um destaque em um primeiro olhar nesta MV.

 

MVAgustaF4312RR1078FE

 

A F4 foi concebida por Massimo Tamburini, ainda que, no início, a própria Ferrari estava colaborando em seu projeto no tocante ao desenvolvimento do motor.

Foram confeccionadas somente 30 unidades da nova F4. Segundo a MV Agusta, todas já foram vendidas. O último exemplar foi para o Japão.

 

mv-agusta-f4-final

MVAgustaF4312RR1078FE2

MVAgustaF4312RR1078FE3

MVAgustaF4312RR1078FE1

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em MVAGUSTA

MV Agusta F4 Frecce Tricolori


MV Agusta faz homenagem com nova F4

Com as cores da Itália, moto comemora 50 anos da Patrulha Acrobática Nacional

MVAgustaHomenge_2_640x408_640x408

 

Qual a melhor maneira de homenagear as maravilhas que os pilotos de avião fazem nos céus? Sem dúvida, os italianos da MV Agusta foram bastante criativos para festejar os 50 anos do PAN (Pattuglia Acrobatica Nazionale ou Patrulha Acrobática Nacional, em português). A marca de esportivas de luxo, que acaba de voltar às mãos de Claudio Castiglioni, preparou uma versão especial de sua obra-prima, a F4, para os aviadores.

 

MVAgustaHomenge_1_640x408_640x408

Mantendo a tradicional base efetiva dessa Sport, os italianos produziram apenas 11 exemplares desta diferenciada máquina. O grande atrativo, além da extrema exclusividade, é a coloração da F4. A motocicleta traz o azul do céu, onde os aviões dão se show, misturada as cores da bandeira italiana. Nada mal? Além dessas mudanças estética, a F4 recebeu itens de fibra de carbono e titânio, tornando a máquina ainda mais única.

Rafael Miotto

fonte: http://motociclismo.terra.com.br

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em MVAGUSTA