Arquivo da tag: HARLEY DAVIDSON

Museus de Gramado : Duas e Quatro rodas com muita história !!!


O museu Harley Motor Show conta com louge e bar inspirado nos anos 50

     A paixão pelas motos custom não tem explicação, atravessa gerações e mantém o sonho de liberdade sobre duas rodas que encantou a geração das aventuras on e off road. Para quem se rendeu ao inconfundível ronco dos motores dessas máquinas, o museu Harley Motor Show (HMS) é uma parada obrigatória. O atrativo turístico de Gramado (RS) foi o primeiro espaço temático da América Latina inteiramente dedicado aos apaixonados pelas motos da marca norte-americana.

     No acervo estão pelo menos 20 motos Harley-Davidson restauradas em sua grandeza original. E, para aqueles que conhecem a história dessas motocicletas, vai ser bem fácil reconhecer décadas de uma história que saiu das ruas e alcançou até as telas do cinema.

 

museu_harley

 

     O estilo de vida dos pilotos que partiam sem destino, os clubes de motociclismo e os bares onde o blues e o rock eram a trilha obrigatória elevaram para sempre o status dos pilotos de jaqueta de couro de ícones da liberdade sobre rodas.

     Entre os destaques do museu Harley Motor Show está uma moto igual a do filme "Sem Destino" (Easy Rider, 1969), além de motos que eram usadas pela polícia rodoviária federal e a polícia do exército. Outra estrela é uma Night Road projetada em parceria com a Porsche, e vários modelos das décadas de 20 a 70, bem como do século passado completam a coleção.

 

Fabrica1

Replica da “Primeira Fábrica da Harley-Davidson”

 

      Também vale destacar uma réplica da Primeira Fábrica da Harley-Davidson, datada de 1903. Dentro da réplica funciona uma loja de souvernirs da HMS | .Harley Peashooter de 1926 – Modelo mais raro do museu, única na America Latina e conta com rabela dura e motor 255cc |.A moto pendurada dentro do HMS é uma KnuckleHead de 1946 com motor de 750cc. É uma das raridade do museu, pois foi usada na 2a Guerra Mundial |.A Panhead amarela – Ficou famosa por ter seu barulho do motor patenteado. A moto foi fabricada em 1954, tem motor 1.200cc e 75cv |. Uma atração a parte é a Indian Chief. A principal concorrente da Harley-Davidson foi fabricada nos EUA entre 1902 e 1951. A moto do museu é de 1948, tem 1.200cc e é muito rara.

     O HMS também chama a atenção pela decoração típica dos anos 50. O sistema de som veio da Inglaterra, os detalhes em neon são da Alemanha, a chopeira do bar, da Bélgica, e o acabamento acarpetado do piso veio dos Estados Unidos. O visitante chega ao museu por um elevador panorâmico. Vale a pena conferir.

 

HDmodelB1926

HD model B 1926

 

Museus imperdíveis para fãs de autos e motos

Hollywood Dream Cars: Avenida das Hortências, 4.151, Rodovia Gramado – Canela. Gramado (RS). Telefone: (054) 3286-4515.
Harley Motor Show – Avenida das Hortênsias, 5.507, em Gramado (RS). Telefone: (54) 3295-1413.
Museu dos Super Carros – Avenida das Hortênsias, 4.635, Gramado (RS). Telefone: (54) 3286-7945.

Museus onde ninguém torce o nariz, nem o maridão

  • No Harley Mortor Show o turista pode prolongar o passeio e curtir a atmosfera do ambiente com uma cervejinha gelada no pub inspirado nos anos 50. O cenário ajuda a entender a atmosfera que imortilizou as custom. O salão ecoa uma trilha sonora, que combina com os fãs do estilo aventura sobre rodas com motos incríveis, luzes de neon, globo espelhado, sofás e poltronas de couro.

 

  • E se o coração se divide entre motos e autos de estilo clássico, outra parada obrigatória é o museu Hollywood Dream Cars (também em Gramado). Como o nome antecipa, o acervo é formado por veículos que marcaram época no cinema. Em exposição há trinta modelos originais das décadas de 20 a 60, totalmente restaurados ao brilho original. O visitante pode apreciar as linhas arrojadas do Cadillac conversível 1953, o Ford Victoria conversível 1956, com sua aerodinâmica impressionante, e outros modelos do mesmo período. Destaque também para uma incrível coleção de motocicletas Harley-Davidson, composta por 15 modelos, sendo que a maioria é datada dos anos 60.

 

  • Já o museu Super Cars faz qualquer turista sentir-se um astro ou estrela de Hollywood, a bordo de um superesportivo digno de James Bond. Além de fotos e souvenirs, a volta das férias pode incluir um tour para conferir os modelos Ferrari, Porsche, Corvette, Mustang e outros. O turista pode escolher entre passeios de 2,6 km até 13 km. A instalação supermoderna abriga máquinas como Lamborghini Gallardo, Ferrari F360, Modena Corvette C06, Porsche Cayman, Hummer H3T, Shelby Cobra, Dodge Challenger RT e Lincoln Continental.

 

Facilidade
     O Passaporte Museus de Gramado aposenta as filas da bilheteria. A entrada vale para o Hollywood Museu do Automóvel, o Harley Motor Show e o Super Carros Gramado com direito a uma visita ao museu de cera Dreamland que fica em cima do museu das Harley.

Fonte: http://www.odiario.com

 

MuseuHD

museu_harley2

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em ARTIGOS

A Harley-Davidson do Capitão América !!!


     HD_CaptainAmerica_2
   
     A Harley-Davidson criou cinco motocicletas para o novo filme da Marvel Comics, o Capitão América: The First Avenger. Uma dessas motos ficará em exposição no Museu Harley-Davidson em Milwaukee. A Jaqueta do Capitão América, escudo e capacete também estará em exposição.
 
captain_america_bike

     Embora a moto que apareça no cartaz de divulgação do filme mostre uma moto cuja aparência remonta às da época da Segunda Grande Guerra, de fato, as motos utilizadas foram construídas a partir de modelos "Cross Bones". Por exemplo, os cabeçotes do motor são falsos colocados sobre o motor "twin-cam" atualmente em uso.

 

captain_america_bike2

    

     A Harley-Davidson informou : "Em 2010, a Harley-Davidson e Marvel Studios começaram a sua colaboração e concordou criar as cinco motocicletas para o filme Capitão América, que traça as origens do Capitão América como um super-herói na era da Segunda Guerra Mundial, e que montou uma motocicleta militar como um meio de transporte. A Salvaggio Automotive Design de Port Washington modificaram um atual modelo CrossBones para se parecer com uma motocicleta 1942 WLA original do Exército. Harley-Davidson produziu perto de 70 mil motocicletas WLA durante a Segunda Guerra Mundial, algumas das quais foram para a Rússia e Reino Unido. ".

 

captain_america_bike3

captain_america_bike1

01_CaptainAmerica_1680x1050

capitao_ america_ Wallpaper_1024x768

 

 

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em HARLEY DAVIDSON

Harley-Davidson Rocker : Customizada de Fábrica …


 

HD_Rocker_4

 

     Quem não é muito antenado no mundo das duas rodas pode até achar que toda moto custom é igual: estilo retrô, motor de dois cilindros em “V” e muitos cromados. Mas a Harley-Davidson Rocker C foge deste paradigma. Esbanjando “atitude” e um belo design, o modelo da família Softail nem parece uma HD original de fábrica. Lembra mais uma moto customizada, feita por encomenda. Conta com garfo alongado, guidão em “V” e um enorme pneu traseiro de 240 mm de largura, coberto por um amplo para-lama. Em determinados ângulos a moto até parece desproporcional.

     Outro diferencial da Rocker é o banco da garupa escamoteável. Ou seja, fica sobre o assento do piloto e, em apenas alguns segundos, está pronto para ser usado pelo carona. O modelo customizado de fábrica traz ainda belas rodas de alumínio polido. Para completar, toda a linha Softail 2011, da qual a Rocker faz parte, adotou também sistema ABS de série. Com este pacote, a moto tem preço sugerido a partir de R$ 51.900. Um pouco salgado se comparado aos modelos mais tradicionais da família, como a Deluxe (R$ 43.900) e a Fat Boy (R$ 44.900), que também contam com o ABS.

HD_Rocker_1

      Realmente, o desenho é o principal atrativo da Rocker, que já é montada no Brasil. Sua linha despojada e ao mesmo tempo agressiva deve ser um convite aos motociclistas mais jovens, que querem fugir do tradicionalismo, do lugar comum das grandes custom. Sua primeira aparição no Brasil aconteceu no Salão Duas Rodas de 2007. No ano seguinte o modelo era vendido a R$ 59.900.

HD_Rocker_3

Motor “torcudo”
     A Rocker C está equipada com o tradicional motor Twin Cam 96B, de 1584 cm³ de capacidade, refrigeração a ar, dotado de injeção eletrônica de combustível e fixado diretamente ao chassi por meio de eixos balanceiros, que melhoram a rigidez e minimizam as vibrações.

     Na prática, o propulsor desta Harley é bastante “torcudo”, já que oferece 13,4 kgfm de torque máximo logo nos 3.000 giros. Força suficiente para rápidas “arrancadas” e retomadas de velocidade sem dificuldades. O motor traz ainda câmbio de seis marchas, com a última over-drive (Six-Speed Cruise Drive, como prefere a HD). Ou seja, com a sexta marcha engatada parece que o motorzão V2 se acalma, trabalha com giro mais baixo, oferecendo um rodar mais suave, tranquilo e transmitindo mais conforto ao piloto (traduzindo: menos vibração). Além disso, o propulsor está dotado de transmissão final por correia dentada, marca registrada na linha HD. Rodando na cidade e na estrada, a Rocker fez média de 19 km/l.

HD_Rocker_2

Ciclística
     A moto foi construída sobre um chassi de berço duplo de aço tubular de seção retangular. Os freios são a disco em ambas as rodas e com 292 mm diâmetro. A diferença é que na dianteira o sistema tem pinça de quatros pistões. E na traseira, pinça de dois pistões. A novidade é a adoção do sistema de freios ABS que, por si só, já transmite maior sensação de segurança.

     Na prática, o freio dianteiro poderia ser mais eficiente. Aliás, uma característica das motos custom, que têm grande parte do peso concentrado na traseira. Agora o traseiro é um primor. Preciso, eficiente e para a Rocker com segurança.
Nesta releitura futurista das antigas motos "rabo duro", que não contavam com suspensão traseira, os amortecedores hidráulicos, cujo curso é de 127 mm, ficam escondidos sob o motor. Uma solução estética bastante interessante.

HD_Rocker_8

     Já a suspensão dianteira usa garfo telescópico com 79 mm de curso. Em função da bengala alongada – 36º de ângulo do cáster e 157 mm de trail –, a frente da moto é bem pesada, principalmente para manobras em baixas velocidades. Já contornando curvas em velocidades mais altas, a HD Rocker oferece bom controle e bom ângulo de inclinação – levando-se em consideração o seu estilo, é claro. Mas não se assuste se a pedaleira raspar no asfalto.

     Claro que em deslocamentos urbanos a moto sofre com a irregularidade do piso. Mas em seu habitat natural, uma estrada bem asfaltada, o conjunto de suspensão da Rocker oferece bom conforto, principalmente pelo largo pneu de 240 mm, que também auxilia no amortecimento e garante maior estabilidade da moto. Com uma maior familiaridade com o conjunto e oferecendo boa ergonomia, o motociclista começa a se divertir com a estilosa Rocker.

     Mas não vá pensando incorporar o estilo “Easy Rider” e sair por aí para viajar centenas de quilômetros. A Rocker não tem vocação touring. O modelo está mais para viagens curtas – bate-e-volta – ou rodar pelas mais badaladas ruas e avenidas dos grandes centros, já que não há espaço para acomodar bagagem. E, com certeza, a garupa vai sofrer um pouco em função do banco diminuto.

HD_Rocker_7

Painel e alarme
     Já o painel de instrumentos é simples e conta com o velocímetro fixado sobre o tanque de combustível em forma de gota e com capacidade para 18,5 litros de gasolina. O pequeno painel digital coloca à disposição do motociclista informações sobre regime de rotação do motor, marcha engatada, hodômetros (parcial e total) e relógio. O conjunto ótico traseiro traz uma particularidade. Quando o freio é acionado, as luzes de direção também se acendem. Já o farol dianteiro poderia ser um pouco melhor, mas se encaixa perfeitamente no desenho da moto.

     Hoje, toda HD sai da concessionária com um sistema de segurança (alarme de presença). Por isso a sugestão é sempre levar o alarme no bolso. Para maior segurança, a Harley alerta o motociclista para que também trave a direção e remova a chave quando estacionar. Resumindo: a Rocker é uma Harley de muita atitude, divertida e sem frescura. Enfim um passaporte para o motociclista desfrutar a vida com estilo.

HD_Rocker_6

Ficha Técnica
Motor:
Dois cilindros em “V”, Twin Cam 96B, refrigerado a ar
Capacidade cúbica: 1584 cm³
Potência: ND
Torque máximo: 13,4 Kgfm a 3000 rpm
Sistema de alimentação: Injeção Eletrônica de Combustível Seqüencial (ESPFI)
Relação de compressão: 9.2:1
Sistema de partida: Elétrica
Câmbio: Seis velocidades
Transmissão final: Correia dentada
Capacidade do tanque: 18,5 litros
Chassi: Berço duplo de aço tubular de seção retangular
Suspensão
Dianteira: Telescópica, com 79 mm de curso
Traseira: Amortecedores hidráulicos com regulagem de pré-carga, com 127 mm de curso
Freios
Dianteiro: Disco simples de 292 mm, com cáliper de quatro pistões
Traseiro: Disco simples de 292 mm, com cáliper dois pistões
Roda/pneu
Dianteiro: 90/90-19
Traseiro: 240/40-18
Comprimento: 2415 mm
Largura: 890 mm
Altura: 1168 mm
Distância entre-eixos: 1760 mm
Altura do assento: 700 mm
Altura ao solo: 1 30 mm
Peso seco: 307 Kg
Cores: Black Denim Deluxe; Scarlet Red Deluxe; Cool Blue Pearl Deluxe; Vivid Black Deluxe
Preço: R$ 51.900

Autor : Aldo Tizzani  /   Fotos: Doni Castilho   /   

Fonte:http://www.moto.com.br   /   Agência Infomoto

HD_Rocker_5

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em HARLEY DAVIDSON

Harley-Davidson Bell & Ross Nascafe Racer !!!


Image

 

     A Shaw Harley-Davidson é um dos maiores revendedores no Reino Unido e já ganhou seis vezes o prêmio de melhor stand inglês. A empresa contactou a Bell & Ross sobre o projeto de uma moto inspirada nos conceitos de performance, precisão e engenharia da relojoaria. Características técnicas e de precisão idênticas às da Bell & Ross e que foram levadas em conta na construção desta moto única.

     A forma como a Bell & Ross desenvolve e constrói os seus relógios refletiu-se na forma como os técnicos da Shaw Harley-Davidson construíram a moto, que tem como base a Harley-Davidson FXSTB Softail Nightrain, uma das Softails mais radicais da marca – longa, baixa e simples, e cujo nome se deve a Willie G. Davidson.

     A moto foi totalmente desmontada até à última peça na oficina Speed & Custom do stand, e cada detalhe foi levado em conta na sua reconstrução.

Image

     A equipe da Shaw Speed and Custom colocou um BR 01 Carbon – um dos relógios mais icónicos da marca – no console central da moto, através de uma seção de alumínio. O relógio foi posicionado de forma a cumprir na perfeição a sua função enquanto ferramenta profissional para o motociclista. Uma combinação de azul anodizado, carbono e tinta preta foi usada para dar mais destaque ao relógio.

bell-ross-harley-davidson-06

     Referiram os mentores do projeto que “Quisemos espelhar o relógio da Bell & Ross na moto e garantir que a peça essencial nunca seria comprometida pelo design ou items supérfulos”, afirmou Steve Willis, diretor de Vendas da Shaw Harley-Davidson e responsável pela oficina de transformação de motos da empresa, a Speed & Custom.

     “Ficamos imediatamente entusiasmados com este projeto”, explica Bruno Belamich, designer e co-fundador da Bell & Ross. “Identificamo-nos com os valores protagonizados pela Harley-Davidson, valores que partilhamos, como a busca pelo extremo, aventura e precisão”.

Image

     A Bell & Ross rege-se pela atenção que dedica aos detalhes, certificando-se que cada um tem um propósito e uma função. Essa exatidão técnica é expressa nas linhas puras e na elegância atemporal dos seus relógios e inspirou a equipe da Shaw Harley-Davidson a criar esta moto única.

bell-ross-harley-davidson-05

     A máquina fez o público delirar na sua estreia no Campeonato do Mundo de American Motorcycle Dealers (Revendedores de Motos Americanas), na categoria de Harley-Davidson modificadas. Um evento que ocorreu nos dias 26 e 27 de Fevereiro, no Salão de Motos Modificadas de Londres, em Alexandra. No entanto, esta moto será ainda apresentada em outros eventos, tais como:

• The Dublin International Motorcycle Show
• Custom Chrome European Show Mainz
• St Tropez Harley-Davidson Euro Festival
• Bournemouth International Custom Motorcycle Show

bell-ross-harley-davidson-04

     A Bell & Ross espera que esta parceria com a Shaw Harley-Davidson permita à empresa qualificar-se para a final do Mundial e revalidar o título na prova que vai ocorrer em Sturgis, nos EUA, em Agosto de 2011.

fonte: http://www.motociclismo.pt

bell-ross-harley-davidson-07

bell-ross-harley-davidson-09

bell-ross-harley-davidson-08

     Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em HARLEY DAVIDSON

Harley-Davidson terá Linha de Montagem no Brasil !!!


IMG_9190_640x408

 

Pós-vendas será o foco inicial da operação oficial da marca no Brasil

 

     A Harley-Davidson começa a dar os primeiros passos de sua operação oficial no Brasil. Após 15 anos com a representação do Grupo Izzo, a marca norte-americana inicia a nomeação de novos concessionários no Brasil e nesta terça-feira (15) mostrou seus planos e expectativas em uma coletiva para a imprensa. Entre as grandes novidades, está a construção de uma nova planta de montagem prevista para entrar em atividade ainda no segundo semestre de 2011.

IMG_9193_640x408

     “Este ano a linha de montagem da Harley-Davidson do Brasil terá novas instalações. A operação de montagem em Manaus, AM, será transferida para novas instalações em agosto. O prédio é maior que a atual unidade, o que facilitará a expansão”, disse Celso Ganeko, diretor industrial da Harley-Davidson. Apesar da novidade, o principal foco das declarações foi a de fortalecer o pós-vendas da H-D no Brasil.

IMG_9216_640x408

     “Nossa estratégia principal será o pós-vendas, queremos ter uma relação mais próxima e conquistar o consumidor”, acrescentou Longino Morawski, diretor-superintendente comercial da Harley-Davidson no Brasil. Para que este objetivo se torne realidade, a empresa abrirá um centro de treinamento em São Paulo, que também será utilizado para treinar técnicos de toda América do Sul. Além disso, a H-D também irá inaugurar um armazém de peças na região do Rodoanel, para atender as concessionárias no país.

IMG_9214_640x408

     De acordo com Morawski, este novo centro de distribuição irá agilizar a entrega de peças de quinze para um dia em São Paulo e para três dias no restante do país. Atualmente, a empresa já iniciou as suas atividades de assistência técnica em duas cidades: São Paulo e Belo Horizonte e disponibilizou o telefone 0 800 724 1188 e  0 800 724 1188 ou o e-mail sac@harley-davidson.com.br para quem necessitar de serviços e expansão.

IMG_9187_640x408

     “Os clientes são sempre nossa primeira prioridade e lamentamos qualquer inconveniência ocorrida durante esta fase de transição”, explicou Mark Van Genderen, vice-presidente da Harley-Davidson Motor Company América Latina, quando questionado sobre os problemas enfrentados na transição Grupo Izzo para Harley-Davidson.

IMG_9196_640x408

     Brasil é o foco da vez
     Uma frase que foi dita e repetida pelos executivos da marca durante a coletiva foi a de que o Brasil é o foco da vez da marca americana. Até o final do ano, a marca pretende abrir 12 concessionárias no Brasil, sendo que as primeiras cidades serão: São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Goiás, Brasília e Campinas. Contudo, uma futura expansão prevê concessionárias em Manaus, Fortaleza e outras cidades.

IMG_9200_640x408

Assim, o Brasil faz parte de um plano de expansão da H-D que pretende ter, em 2014, 40% de suas vendas fora dos Estados Unidos, com a abertura de 100 a 150 concessionárias em todo mundo até 2014.

TEXTO e IMAGENS : RAFAEL MIOTTO ( motociclismo online )

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em NOTÍCIAS

Harley Davidson apresenta nova Blackline


 

Image

    A nova Blackline é um modelo Harley-Davidson Softail pensado até à sua essência, revelando-se esguia, de estética rude e escura. Numa rebelde criação do movimento Custom, a Blackline pretende traduzir três elementos fundamentais da marca: a beleza mecânica, a combustão interna e a longa linha negra da estrada em frente.

     Com visual invocado, a nova Blackline mantém a proposta ousada da marca americana de misturar um estilo retrô com itens e acessórios em tons mais sombrios e escuros. Além do guidão “estiloso” na cor preta, o modelo tem como destaque o tanque de combustível (capacidade para 18 litros) em duas tonalidades, com logo Blackline posicionado no centro do reservatório.

Image

      O para-lamas traseiros é recortado em linha reta sobre um pneu fino de 144mm que enfatiza um perfil de “hardtail”. O farol compacto e velocímetro estão bem posicionados na parte inferior da frente FX e só conta com o brilho necessário para tornar as peças pretas ainda mais pretas. As rodas recortadas com bordas pretas completam um visual duro, comedido e inegavelmente Harley-Davidson.

     Os detalhes de estilo destacam-se no motor Big Twin preto e prata e num tanque de combustível desbastado e baixo. A bordo da Blackline, o condutor abraça o quadro no assento de dois lugares mais baixo de sempre oferecido pela Harley-Davidson e chega a outras alturas com o novo guidon Split Drag, que é fixado diretamente sobre a mesa de direção.

Image

     O chassis da Softail utiliza o controle da suspensão traseira fornecido pelos amortecedores montados na horizontal, ao longo das calhas do quadro, por baixo do motor e escondidos da vista. Por isso, embora a seção da suspensão imite as linhas de um quadro “hardtail” vintage, a Blackline oferece um desempenho da suspensão e direção modernos. O motor Twin Cam 96B contra balançado a nível interno é de montagem rígida no quadro, criando uma ligação sólida entre o piloto e a potência que move a moto para intensificar a experiência de pilotagem.

     Com visual invocado, a nova Blackline mantém a proposta ousada da marca americana de misturar um estilo retrô com itens e acessórios em tons mais sombrios e escuros. Além do guidão “estiloso” na cor preta, o modelo tem como destaque o tanque de combustível (capacidade para 18 litros) em duas tonalidades, com logo Blackline posicionado no centro do reservatório.

hdBlackline

     O motor e todo o conjunto mecânico receberam um tratamento com pigmentação Dark Gloss, que garante um brilho surpreendente. O painel de instrumentos traz os marcadores analógicos da linha Blackline e o farol mantém o estilo próprio da marca.

     A renovada Blackline já está à venda nas revendas da marca nos Estados Unidos. O preço inicial fica em US$ 15.499.

     Na Europa, a Harley-Davidson está programando o lançamento da nova Blackline entre os dias 3 e 6 de fevereiro, durante o London Motorcycle Show, na Inglaterra.

Fonte: http://www.moto.com.br  
           
http://www.motociclismo.pt

Equipe: MotosBR

3 Comentários

Arquivado em HARLEY DAVIDSON

Harley-Davidson V-Rod Muscle



Harley-Davidson V-Rod Muscle. Músculos em puro estilo da Harley.

 

A V-Rod Muscle é uma moto americana quase que exclusiva no Brasil. Foram poucas unidades enviadas pela Harley-Davidson. Detalhes originais de fabricação são algo exclusivo só visto nesse modelo lançado em 2009 que a diferenciam de qualquer outra da família V-Rod, tais como:

– Capas da entrada de ar;
– Garfos invertidos;
– Guidão encorpado;
– Piscas LED integrado na haste do retrovisor;
– Saias do radiador reestilizadas;
– Desenho em novo formato de banco;
– Paralama cortado com luzes traseiras em LED embutidas;
– Nova roda com cinco raios em alumínio fundido e pintura especial, sendo à roda da frente com 19 polegadas.
– Carroçaria esticada sobre um novo físico mais poderoso;
– Saídas dos escapamentos separadas, cada uma de um lado da moto;
– Freios Brembo de disco triplo.

 

 



Diferentes dos outros modelos da linha V-Rod, a Muscle tem os escapamentos separados.

 


Detalhe da traseira cortada com luzes em LED.

Já em seu motor, temos um 1250cc Revolution motor V-Twin com refrigeração líquida, dando 122 cv às 8250 rpm/85 lbs pés. de torque a 7000 rpm.

 

Garfos invertidos e banco exclusivo desse modelo.

 





 

fonte: http://www.lojamotos.com.br

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em HARLEY DAVIDSON