Arquivo da tag: brutale

MV Agusta Brutale 1090R – 2012 !!!


 

bg-brutale1090r-wrapper

     O design inconfundível e a atenção aos detalhes torna a Brutale 1090 R uma motocicleta diferente, muito mais fácil e divertida de pilotar. O assento monobloco – mais baixo e mais estreito – é extremamente confortável, tanto para o piloto quanto para o garupa, as setas estão dispostas em uma posição que possibilita melhor visibilidade ao pilotar na cidade e a suspensão é suave e mais confortável.  

Site1_Brutale-R-1090_black_640x408

066294_2011_MV_Agusta 

    As dimensões do chassi são as mesmas dos outros modelos Brutale, oferecendo um perfeito equilíbrio dinâmico e uma resposta precisa aos comandos do piloto. Com uma distância entre eixos de 1430 mm, 25 ° de ângulo de cáster e 103,5 mm de trail, a nova Brutale 1090R oferece, sem dúvida, o melhor equilíbrio entre agilidade e estabilidade da categoria.  

 

Brutale_1090_R_1280_x_800_7

big_mvagustabrutale990re1090rr2010_4

       O motor de 1078 cm3, quatro cilindros em linha, 16 válvulas foi desenvolvido para garantir uma resposta mais suave e progressiva, alcançando potência máxima de 106 kw a 10.300 rpm e torque de 112 NM a 8.100 rpm.  

mv-agusta-brutale-910-r-ldbl

Site2_Brutale-R-1090_white_640x408

     Com o fantástico desempenho de uma superesportiva e ótima dirigibilidade como o de uma motocicleta média, a Brutale 1090R da MV Agusta continua a redefinir o segmento de motos naked esportivas.

     Disponível nas cores preto e branco.  

 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Motor

Tipo: Quatro cilindros, 4 tempos, 16 válvulas

Sistema de correias: “DOHC”, válvula radial;

Capacidade total: 1078 cm3 (65.78 cu. in.)

Taxa de compressão: 13:1

Ignição: Eletrica

Diâmetro x curso: 79 mm x 55mm (3.1 in. x 2.2 in.)

Cavalos de potência máximo-rpm (No virabrequim): 106 kW (144,2 HP) a 10300 r.p.m.

Lim.: 11600 r.p.m.

Torque máximo – rpm: 112 Nm (11.2 kgm) at 8100 r.p.m.

Sistema de refrigeração: Refrigeração com líquido separados e radiadores a óleo

Sistema de gestão de motor: Ignição 5SM Magneti Marelli – sistema integrado de injeção com corpo de acelerador Mikuni; injeção eletrônica multiponto sequencial temporizada

Embreagem: multi-disco com dispositivo mecânico anti-surto

Caixa de marchas: seis velocidades

Dimensões e Peso

Distância entre eixos: 1430 MM

Comprimento total: 2045 MM

Largura total: 775 MM

Altura do assento: 825 MM

Distância mínima do solo: 140 MM

Peso seco: 190 Kg 

Capacidade do tanque de combustível : 23 L

Desempenho

Velocidade máxima: 265 km/h

Suspensão dianteira

Tipo: “UPSIDE – DOWN” telescopic hydraulic fork with rebound-compression damping and spring preload external and separate adjustment

Diâmetro da haste: 50 mm (1.97 in.)

Curso sobre o eixo da perna: 125 MM (4.92 IN.)

Suspensão traseira

Tipo: Progressiva, amortecedor único com recuperação e compressão (alta velocidade / baixa velocidade) ajuste de amortecimento e pré-carga da mola

Braço oscilante de um só lado: material Liga de alumínio

Curso da roda: 120 mm (4.72 in.)

Freios

Freio dianteiro: Duplo disco flutuante com 310 milímetros (12,2 polegadas) de diâmetro, com fita de aço de frenagem e flange de alumínio

Pinça do freio dianteiro : Tipo radial, peça única com 4 pistões 32 mm (1,26 polegadas)

Freio traseiro: Disco de aço único com 210 mm (8,27 polegadas) de diâmetro

Pinça do freio traseiro: Com 4 pistões – 25,4 mm (1,00 polegadas)

Rodas

Dianteira: Material / tamanho: Liga de alumínio forjado 3,50 “x 17”

Traseira: Material / tamanho: Liga de alumínio forjado 6.00 ” x 17’’

Pneus

Dianteiro: 120/70 – ZR 17 M/C (58 W)

Traseiro: 190/55 – ZR 17 M/C (73 W)

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em MVAGUSTA, NOTÍCIAS

MV Agusta Brutale 990R Limited Edition 2011


BRUTALE_990R_150-B_640x408

     Modelo exclusivo comemora os 150 anos da unificação da Itália

 

     Limitada em 150 unidades, MV Agusta apresenta edição especial da sua naked BRUTALE 990R, em comemoração aos 150 anos de unificação da Itália. Com sua decoração exclusiva, elaborada pela elite de designers italianos em uma perfeita união de estilo e tecnologia, a fazem um modelo único e exclusivo.

     O que a diferencia das demais versões fica por conta justamente dos detalhes em sua ‘roupagem’, como a capa do painel de instrumentos pintada na cor da moto, com a bandeira da Itália estampada nesta peça, assim como no spoiler.

 

mv_agusta_brutale_990r_limited_edition_02-1024x765

 

     A versão especial ainda conta com uma bela capa para o assento do passageiro, tornando a moto em um monoposto. Identificada com uma exclusiva placa com seu número de série, será comercializada em três cores, vermelha, branca e preta.

     Mecanicamente não sofreu nenhuma alteração. Será vendida exclusivamente na Itália, a um preço de 15 890 Euros.

     fonte: Redação Motociclismo / Marcio Chizzolini

 

mv_agusta_brutale_990r_limited_edition_01-1024x768

 

Equipe: MotosBR

4 Comentários

Arquivado em MVAGUSTA

MV Agusta Brutale 2011


2011_MV_Agusta_Brutale_920_Official_Photos

     Depois de voltar às mãos da família Castiglioni, a italiana MV Agusta tenta se recuperar da crise que afetou (e ainda afeta) a indústria de motocicletas na Europa. Para isso, a empresa apresentou nesta semana uma versão mais “acessível” de sua famosa naked, a Brutale.

2011-MV-Agusta-Brutale-920

     Logo no nome já se notam as diferenças. Ao invés da sigla “R”, indicando sua herança Racing, o novo modelo chama-se simplesmente “Brutale”. Porém o grande diferencial está mesmo no motor, que teve sua capacidade reduzida de 1078 cm³ para 921 cm³. Além de outras pequenas mudanças para reduzir o preço final da moto, cotada a 11.990 Euros, cerca de R$ 27.500 – ainda acima, porém próximo de outras motos japonesas, menos famosas e exclusivas que a Brutale.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_First_Look

     Entretanto, a MV Agusta apressa-se em informar que o modelo mantém o design de Massimo Tamburini que transformou a Brutale em uma das nakeds mais cultuadas em todo o mundo. Defende-se dizendo que as principais mudanças foram feitas para tornar a nova Brutale mais utilizável no dia-a-dia.

De entrada, mas não básica
     De fato, a nova Brutale não é exatamente uma versão básica da naked. O motor de quatro cilindros em linha, apesar da menor capacidade, traz duplo comando de válvulas, 4 válvulas radiais por cilindro, refrigeração líquida e uma moderna central eletrônica da Magneti Marelli, que é também utilizada nos modelos mais top da marca. Sem falar nos dois mapas de gerenciamento do motor e os oito níveis de controle de tração que equipam essa Brutale “acessível”.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Pictures

     Na verdade, a nova Brutale pretende ser mais acessível no preço, mas também na pilotagem. O diâmetro e o curso dos cilindros (73,0 x 55,0 mm) foram projetados para otimizar a entrega dos 129 cavalos de potência máxima (atingidos a 10.500 rpm). Assim como ampliar a faixa de torque e tornar a Brutale talvez um pouco menos bruta, quem sabe?

Urbana
     O sistema de refrigeração líquida foi redesenhado – com radiador de óleo em separado – para manter a temperatura ideal do motor, mesmo em trânsito urbano, garante a MV Agusta.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Engine

     Outra mudança para tornar a Brutale mais urbana foi o banco, agora feito em uma peça somente – antes o assento da garupa era separado e menor. Mais estreito e baixo deve garantir mais conforto tanto ao piloto quanto a garupa.

     O conjunto de suspensões, contudo, manteve a excelência. Na dianteira, um garfo telescópico invertido Marzocchi com tubos de 50 mm totalmente ajustáveis. Mas com novas válvulas internas que, segundo os engenheiros, garante um funcionamento mais macio e suave. Na traseira, o mesmo monobraço de alumínio com um amortecedor Sachs, mais simples, somente com regulagem da précarga e retorno. O quadro é o mesmo dos modelos 990R e 1078RR em treliça feito em aço com painéis laterais em alumínio.

2011_MV_Agusta_Brutale_920_Exhaust

     Uma mudança bastante perceptível no visual foi a posição das setas dianteiras, agora fixadas junto ao farol excêntrico. Nas versões mais top, as setas são integradas aos espelhos retrovisores.

     A nova MV Agusta Brutale estará disponível apenas nas cores preta e branca, por enquanto nas concessionárias européias da marca.

[Por:Agência Infomoto]

 

2011-mv-agusta-brutale-920-unveiled-medium_2

2011-mv-agusta-brutale-920-front

2011_MV_Agusta_Brutale_920

2011-mv-agusta-brutale-920-unveiled-medium_11

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em MVAGUSTA