Arquivo da tag: Amazonas

Ducati negocia instalação de fábrica no Brasil


Após Kawasaki e BMW iniciarem suas linhas de produção em Manaus, no Amazonas, outra fabricante de peso mundial acena para uma possível vinda ao Brasil. Responsável por famosas motocicletas como a novíssima maxitrail Multistrada e a naked Monster, sem falar nas superesportivas, a Ducati pode ser a próxima empresa a fabricar motos no Pólo Industrial de Manaus (PIM).

 

Ducati

De acordo com a SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus), uma comitiva italiana formada por representantes governamentais e empresários do setor duas rodas está no momento na capital manauara para discutir investimentos na região.

“Há uma sensação de que devemos recuperar o tempo perdido, pois já deveríamos ter nos instalado aqui há mais tempo. Tivemos somente agora a chance de conhecer o modelo ZFM como um ambiente amplo para investimentos e esperamos fazer grandes negócios no coração da Amazônia”, afirmou Masimo Casini, representante da Associação Italiana de Ciclo, Motociclo e Acessórios (ANCMA).

 

ducati_banner

Ainda segundo Casini, entre as empresas que estariam interessadas se instalar em Manaus está a Ducati. “Estamos em fase avançada de negociações para que a Ducati possa se instalar em Manaus e, junto com ela, deverão vir outras fábricas de componentes”, explicou Casini. A expectativa é de que a fábrica seja instalada em Manaus ainda no 2º semestre de 2010.

"Os projetos de investimento deverão começar a ser apresentados nas próximas reuniões do Conselho de Administração da SUFRAMA. Temos indicativos de que já no segundo semestre as primeiras indústrias italianas começarão a se implantar. A expectativa é de que venham a se instalar aqui não apenas fabricantes de bem final, mas também de componentes, o que virá qualificar e fortalecer a competitividade do Pólo de Duas Rodas da Zona Franca de Manaus como um todo”, afirmou Flávia Grosso, superintendente da SUFRAMA.

Ducati%20Forza%20banner%20image_575

fonte: http://motociclismo.terra.com.br

equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em NOTÍCIAS

Ducati negocia instalação de fábrica no Brasil


Após Kawasaki e BMW iniciarem suas linhas de produção em Manaus, no Amazonas, outra fabricante de peso mundial acena para uma possível vinda ao Brasil. Responsável por famosas motocicletas como a novíssima maxitrail Multistrada e a naked Monster, sem falar nas superesportivas, a Ducati pode ser a próxima empresa a fabricar motos no Pólo Industrial de Manaus (PIM).

 

Ducati

De acordo com a SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus), uma comitiva italiana formada por representantes governamentais e empresários do setor duas rodas está no momento na capital manauara para discutir investimentos na região.

“Há uma sensação de que devemos recuperar o tempo perdido, pois já deveríamos ter nos instalado aqui há mais tempo. Tivemos somente agora a chance de conhecer o modelo ZFM como um ambiente amplo para investimentos e esperamos fazer grandes negócios no coração da Amazônia”, afirmou Masimo Casini, representante da Associação Italiana de Ciclo, Motociclo e Acessórios (ANCMA).

 

ducati_banner

Ainda segundo Casini, entre as empresas que estariam interessadas se instalar em Manaus está a Ducati. “Estamos em fase avançada de negociações para que a Ducati possa se instalar em Manaus e, junto com ela, deverão vir outras fábricas de componentes”, explicou Casini. A expectativa é de que a fábrica seja instalada em Manaus ainda no 2º semestre de 2010.

"Os projetos de investimento deverão começar a ser apresentados nas próximas reuniões do Conselho de Administração da SUFRAMA. Temos indicativos de que já no segundo semestre as primeiras indústrias italianas começarão a se implantar. A expectativa é de que venham a se instalar aqui não apenas fabricantes de bem final, mas também de componentes, o que virá qualificar e fortalecer a competitividade do Pólo de Duas Rodas da Zona Franca de Manaus como um todo”, afirmou Flávia Grosso, superintendente da SUFRAMA.

Ducati%20Forza%20banner%20image_575

fonte: http://motociclismo.terra.com.br

equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em NOTÍCIAS

Amazonas 1600


 

amazonas-anuncio

A  moto Amazonas, começou a nascer pela idéia de 2 amigos mecânicos, Luiz Antonio Gomides e José Carlos Biston, que em 1977 fizeram um protótipo com motor Volkswagen 1500 cc, num quadro de Indian 1200, com enxertos de Harley 1200. Era a Motovolks 1500.

 

Amazonas 1977

Amazonas 1977

No ano seguinte, a Auto Importadora Ferreira Rodrigues, interessou-se pela idéia, e assim nascia a Amazonas ! 

Nos anos 80, teve seu auge de vendas, sendo inclusive exportada para países como Japão e Estados Unidos.

Sobreviveu até meados dos anos 90 !

Amazonas 1978

Amazonas 1978

Amazonas 1982

Amazonas 1982

 

http://www.motosclassicas70.com.br

com seu estilo desajeitado mas imponente. Com 2,32 metros de
comprimento,  1,67 m entre eixos e mais de 380 kg, era muito
maior e mais pesada que qualquer moto nacional — e uma das
mais avantajadas do mundo.

amazonas-84-1

Amazonas 1984

Suas linhas lembravam as das Harley-Davidsons 1200 da época.
Tinha um grande tanque (24 litros), carenagens laterais
atrás do motor, um largo banco, farol retangular e itens
cromados em profusão.

amazonas_1985

Amazonas 1985

Dois porta-objetos ladeavam o para-lama traseiro, sendo
protegidos por frisos cromados; acima vinha um bagageiro
também cromado.

O painel era composto por velocímetro e conta-giros (até 6.000 rpm
e com faixa amarela já a 4.500, bastante baixa para uma moto)
emprestados do esportivo Puma, além de luzes-piloto. Uma luz
vermelha indicava o uso da marcha à ré, com engate pela alavanca
à direita.

A exemplo da Motovolks, a Amazonas utilizava peças de
diversos carros, como Fusca e Corcel, e até de caminhões, como
Ford e o Mercedes 608 D — caso do farol retangular.

amazonas1987

Amazonas 1987

A Amazonas baseava-se em um quadro tubular de berço duplo, que
recebia o motor de 1.584 cm3 e potência de 56 cv do Brasília, embora
houvesse opção pelo de 1.285 cm3. Foi por muito tempo a moto de
série de maior cilindrada do planeta, até que surgissem modelos de
1.700 a 1.800 cm3, como a atual Honda Gold Wing.Se a potência
não impressiona diante das motos atuais, que atingem esse patamar
com um cilindro e 600 cm3, o torque máximo de 10,8 m.kgf a apenas
3.000 rpm é ainda hoje surpreendente.

 

ama2

 

 

O câmbio, inicialmente de Brasília, seria mais tarde trocado pelo do
Gol, com relações de marcha mais adequadas. Mas a embreagem
era própria, monodisco e comandada a cabo, assim como o trambulador
, desenvolvido para uso no lado esquerdo da moto.

O par final do câmbio era o do esportivo SP2, de relação 3,875:1
(31 x 8 dentes), mais longa que a dos outros VW. A transmissão
final utilizava corrente, mais simples de fabricar que um cardã,
empregado pela maioria das motos estradeiras acima de 1.000 cm3.

 

dsc_0016_6401

 

Números generosos  

 Os números da Amazonas sempre foram impressionantes.
Seu comprimento chegava a 2,55 metros, a largura a 1,12
metro e o peso ficava entre 370 e 512 kg, de acordo com a versão
e o ano-modelo.

Em testes da imprensa o “dinossauro de duas rodas
” obteve velocidade máxima entre 133 e 144 km/h e aceleração de
0 a 100 km/h em 8,7 a 10,3 segundos, conforme o ano do teste.

 tst_Amazonas-82_2

O consumo em cidade era de 11 km/l, e em estrada, de até 16 km/l.

FICHA TÉCNICA
MOTOR – 4 cilindros horizontais opostos, 4 tempos, refrigerado a ar;
comando no bloco, 2 válvulas por cilindro.
Diâmetro e curso: 85,5 x 69 mm. Cilindrada: 1.584 cm³.
Taxa de compressão: 7,2:1. Potência máxima: 56 cv a 4.200 rpm.
Torque máximo: 10,8 m.kgf a 3.000 rpm. Dois carburadores.
Partida elétrica.
CÂMBIO – 4 marchas mais ré; transmissão por corrente.
FREIOS – dianteiro, duplo disco; traseiro, um disco (Ø ND).
QUADRO – berço duplo em aço.
SUSPENSÃO – dianteira, telescópica; traseira, duas molas.
PNEUS – dianteiro e traseiro, 5,00-16.
DIMENSÕES – comprimento, 2,24 m; largura, 1,05 m;
entreeixos, 1,69 m; capacidade do tanque, 30 l; peso líquido, 384 kg.
DESEMPENHO – velocidade máxima, cerca de 140 km/h;
aceleração de 0 a 100 km/h, cerca de 10

 

amazonas-3

Fonte: http://www2.uol.com.br/bestcars/mp/amazonas-2.htm

Equipe:MOTOSBR 

44 Comentários

Arquivado em MOTOS