Arquivo da categoria: TRIUMPH

Motos TRIUMPH

Flagra !!! Nova Triumph Daytona 250 !!!


         Após a revelação oficial durante o último Salão de Milão, onde a marca inglesa mostrou apenas um desenho do que seria uma Triumph Daytona 250, o modelo foi flagrado nas ruas, durante testes de engenharia.

     Prevista para ser montada em uma fábrica na Índia, que ainda está em construção, a pequena esportiva da Triumph – junto com a versão naked – buscará aumentar a participação de mercado da marca em grandes mercados como Ásia e América Latina, onde os modelos de baixa cilindrada tem grande aceitação.

     Com motor monocilíndrico arrefecido a líquido, a pequena Triumph terá que disputar o mercado com Honda CBR300R, Kawasaki Ninja 300 e KTM RC200, além de Kasinski Comet GT 250R e Dafra Roadwin no Brasil.

     Fonte: Motorrad  –   Redação Motociclismo / Marcelo de Barros

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em TRIUMPH

Triumph pretende abrir uma “guerra” com a Harley-Davidson !!!


Image

     A Triumph pretende abrir uma “guerra” com a Harley-Davidson pela fatia de mercado em que a marca americana domina, a nível mundial, através dos modelos Road King e Electra-Glide. Essa intenção já foi por diversas vezes abordada pelos responsáveis da marca britânica e, agora, chegam-nos as primeiras imagens da sua estratégia de ataque.

     À primeira vista as motos que aparecem nas fotos “Flagra” aparentam ser os referidos modelos da H-D, com todas as carenagens, cromados, luzes e conjuntos de malas que já conhecemos, mas, se olhar atentamente, na realidade as motos são modelos de teste da Triumph que utilizam o motor bicilíndrico paralelo que equipa a Thunderbird desde 2009.

     Em Hinckley aparafusaram o “corpo” das Harley-Davidson para esconder o interior original, mas o fato do motor estar à vista permite perceber que a Triumph está atualmente em fase de testes em estrada destes dois novos modelos “cruiser”.

     De acordo com pessoas ligadas ao projeto, a Triumph ainda não decidiu quando é que irá comercializar estes os novos modelos mas, a boatos que, um deles será apresentado no Salão de Milão – EICMA deste ano e só passados alguns meses será revelada a segunda moto.

     fonte: http://www.motociclismo.pt

Image

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em TRIUMPH

Triumph Rocket III – de tirar o fôlego !!!


Triumph Rocket III

     Qualquer um que diz que tamanho não é documento é porque nunca pilotou uma Rocket III.  Ao contrário de alguns amigos, eu gosto de motores grandes, quanto maior, melhor. Esqueça turbos, preparações e nitro. Você não pode substituir a capacidade cúbica.

Triumph Rocket III

      O tamanho da Rocket III é, para dizer o mínimo, de tirar o fôlego, são 2500 mm de comprimento e 970 mm de largura e pesa 367 kg.

      A Rocket III foi projetada para uma viagem confortável e é perfeito para o passeio de domingo com seus companheiros. A altura do assento é de 750 mm e muito confortável.

Triumph Rocket III

     Anote, capacidade cúbica desta motocicleta, nada menos que 2294 cc. Quando falamos motores deste tamanho falamos em litros ou centímetros cúbicos, portanto, é um 2.3 Litros ou para os caras mais velhos ele mede 140 polegadas cúbicas. Eu sei, eu quero uma também!

     Você provavelmente está pensando “há carros na estrada que têm motores menores do que esta moto”, e você está certo, mas o que esta moto oferece é a versatilidade e o vento no rosto.

Triumph Rocket III

     O câmbio de cinco marchas faz as trocas de maneira macia e com facilidade, somente passando de primeira marcha para o neutro com o motor já quente exigiu um pouco de suavidade e prática.

     Durante o tempo com a Rocket III pilotamos a moto través de todos os tipos de condições e impressionou a forma como ela se saiu. A única dificuldade que encontramos é manobrar em baixas velocidades que precisam ser abordadas com cautela.

Triumph Rocket III

     Sentado na Rocket III, meus 1,84 metros ficaram bem encaixados, o assento largo de couro é muito confortável e os pés estão posicionados de forma a deixar os joelhos em um ângulo de 90 graus (no meu caso), uma posição bem natural.

     O guidão tem largura de 970 mm, pode parecer muito, mas devido as dimensões continentais da Rocket III facilita muito nas manobras em baixa velocidade.

Triumph Rocket III

     O garupa já não tem a sua disposição o mesmo conforto do piloto. Mesmo assim o banco é confortável e fica quase no mesmo nível do piloto. Facilmente classifico o conforto do garupa como acima da média se comparado com motos custom.

     Utilizar a Rocket III na cidade é quase uma heresia. Pode-se trafegar tranquilamente por grandes avenidas ou Marginais, mas basta trafegar em ruas estreitas para descobrir que você terá uma agilidade igual aos carros. Nesta situação o grande motor de 2300 cc vai esquentar implorando (você e ela) para ir para a estrada.

     Na estrada é onde a Rocket III realmente brilha, os 22,5 kgf.m permite acelerar de forma eficaz sem a necessidade de reduzir marcha. Falando de torque, os números produzidos parecem bastante impressionantes, os 22,5 kgf.m é alcançado a apenas 2750 rpm.

Triumph Rocket III

     A aceleração é surpreendentemente ágil para uma moto desse porte, o acelerador proporciona horas e horas de entretenimento. Ao acelerar a moto parada, ela faz uma torção parecida com a existente nos Opalas 6 cilindros, é uma sensação de realmente estar sentado em um foguete, só não esqueça de se segurar, a aceleração é constante e as marchas e rpm´s sobem sem parar.

     A suspensão tem uma regulagem para cruzeiro, os garfos dianteiros tem 43 milímetros de diâmetro e são do tipo invertido (up-side-down). A traseira é um bi-choque com pré-carga ajustável.

     As curvas fechadas encontradas em estradas serranas devem ser contornados com cautela. Devido a sua enorme massa ela tem tendência a sair de frente quando em maior velocidade, portanto atenção até se acostumar com suas limitações.

Triumph Rocket III

      Freios não são um problema na Rocket III, mas significa que deve aliviar o acelerador, a maior parte da frenagem deve ser feita na traseira devido à distribuição de peso. Os discos dianteiros tem 320 mm e pinças com quatro pistões da marca Nissin, a traseira tem um disco de 316 milímetros com pinça simples e dois pistões da marca Brembo, ambos com ABS desligável.

     A roda da frente tem aro de 17 polegadas e 5 raios de liga de alumínio calçado com um pneu 150/80. Na parte de trás o aro é menor com 16 polegadas com um generoso pneu de 240/50.

     O tanque de combustível de 24 litros é de bom tamanho e proporcionará aproximadamente 300 km de autonomia. Nada mal para um motor com estes músculos anabolizados.

Triumph Rocket III

     Nas ruas a Rocket III chama muito a atenção, seu porte, cromados e conjunto geral realmente são muito chamativos. O ronco dos escapamentos tipo 3 x 1 x 2 são música para os ouvidos, um ronco grave e forte emana de suas ponteiras e nos deixam com vontade de pilotar por horas a fio.

     A Triumph têm preços competitivos para a Rocket III. O valor de R$ 69.900,00 para uma motocicleta com motor de 2.3 litros, tricilíndrico que produz 148 cv a 5750 rpm e 22,5 kgf.m a 2750 rpm vai impressionar sua patroa, seus amigos e mesmo inimigos.

     Por: Claudinei Cordiolli   –  Fonte: http://www.motonauta.com.br

 

Triumph Rocket III

 

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em TRIUMPH

Triumph apresenta Sprint GT “Special Edition” no Reino Unido !!!


Triumph Sprint GT (Foto: Divulgação)

Triumph Sprint GT (Foto: Divulgação)

     A Triumph revelou, no Reino Unido, nova versão especial da Sprint GT, enquanto Tiger Explorer, Thunderbird e Street Triple receberam novas cores. Lançada em 2011, a GT traz de série malas de bagagem que levam até 117 litros, aquecedores de manopla, bolha especial, assento de gel e encosto no top box (baú traseiro).

      A empresa disponibiliza o modelo nas cores “champanhe” e vermelho, por 8.999 libras, com freios ABS de série. No Brasil, o modelo não é comercializado.

Triumph Thunderbird (Foto: Divulgação)
Triumph Thunderbird (Foto: Divulgação)

      Para os outros modelos citados, apenas foram adicionadas novos esquemas de cores. A naked Street Triple, que acabou de se lançada no Brasil, recebe novas opções.

     Já a aventureira Explorer tem agora versões branca e grafite, enquanto a custom Thunderbird recebeu colorações vermelho e prata – com grafismo especial na pintura.

Fonte: http://g1.globo.com

Triumph Street Triple (Foto: Divulgação)
Triumph Street Triple (Foto: Divulgação)Triumph Tiger Explorer (Foto: Divulgação)

Triumph Tiger Explorer (Foto: Divulgação)

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em TRIUMPH

Triumph Street Triple estará disponível á partir de junho/2013 !!!


 

Naked, renovada para 2013, será lançada na próxima semana

     Desde novembro, quando chegou oficialmente ao Brasil, a Triumph havia confirmado que os modelos 2013 de suas motos de média cilindrada equipadas com o motor de três cilindros em linha e 675 cm³ viriam para o Brasil. Tanto a naked Street Triple quanto a Daytona 675, reformuladas para 2013, seriam montadas no Brasil.

     A Triumph anunciou que o novo modelo da Street Triple, que será montado na fábrica da marca pelo sistema CKD em Manaus, estará disponível no País a partir de junho (o lançamento oficial para a imprensa brasileira vai acontecer na próxima semana). Mas isso não é novidade, a “boa” notícia é que a Street Triple já está no Brasil e seu preço deve ser para lá de competitivo. Segundo algumas fontes, a naked Street Triple deverá custar menos de R$ 33.000.

     No Reino Unido, a Triumph Street Triple está disponível em três diferentes cores metálicas: preto, branco e azul. A subsidiária brasileira ainda não informou quais cores irão desembarcar por aqui e nem o preço público sugerido. Mas caso o teto de R$ 33.000 seja mantido, a naked inglesa vai incomodar suas concorrentes como a Honda CB 600 F Hornet (R$ 34.990,00 com C-ABS) e a BMW F 800 R (R$ 36.900,00 com ABS de série).

Nova para 2013

Escapamento curto é uma das novidades para este ano

     Quando foi lançada em 2007, a Triumph Street Triple causou um alvoroço na categoria naked com seu visual “street fighter”. A combinação do estilo e atitude de sua irmã maior, a Speed Triple 1050, com a agilidade da Daytona 675, transformou-a num desejo de consumo de muitos motociclistas. No Brasil,o segmento naked, de motocicletas “peladas”, sem as carenagens, é bastante popular. Proprietários de modelos como a Honda CB 300R, a Dafra Next 250 e a Yamaha YS 250 Fazer sonham em dar um “upgrade” e pular para a categoria das 600cc.

     Para 2013, a marca inglesa atualizou sua naked de média cilindrada, a Street Triple. A mudança mais perceptiva entre a nova e a antiga versão foi a substituição da dupla ponteira de escape, que ficava embaixo do banco, por uma de única saída, na lateral direita da motocicleta. Além de deixá-la mais bonita, o novo sistema mais compacto não só reduziu o peso da moto, como também centralizou a massa e baixou o centro de gravidade. Indícios de que sua já elogiada ciclística pode ter ficado ainda melhor.

Motor e equipamentos

Tricilíndrico produz 105 cavalos de potência máxima

     O coração da Street Triple não foi modificado. Continua o mesmo tricilíndrico DOHC de 675cc, 12 válvulas e arrefecimento líquido, semelhante ao que equipa a Daytona 675. Este propulsor é capaz de gerar 105 cavalos de potência a 11.850 rpm e 6,9 kgf.m de torque a 9.750 rpm. Diferente de sua “prima” superesportiva, o motor e a caixa de câmbio de seis marchas da Street Triple foram ajustados para ter um melhor desempenho em baixas e médias rotações, características de uma moto urbana.

     Opção de entrada na categoria naked da Triumph, a nova Street Triple carrega alguns equipamentos eletrônicos de série, como o sistema de segurança que imobiliza o motor. O painel de instrumentos em LCD inclui cronômetro de volta, luz de troca de marcha programável, medidor de combustível, relógio, indicador de marcha engatada, assim como um grande conta-giros e velocímetro digital.

Ciclística

     As principais novidades ficam por conta do chassi da Street Triple, totalmente redesenhado para este ano. Agora é de dupla trave de alumínio com um subquadro fundido em alta pressão construído em duas peças. O conjunto fica mais leve por ter menos soldas – são 183 kg em ordem de marcha, seis quilos a menos que o modelo anterior.

     Juntamente com o chassi mais leve, o novo escapamento 3 em 1 feito em aço inoxidável foi realocado. O fato contribuiu para a redistribuição do centro de gravidade, graças a esse reposicionamento do sistema de exaustão.

     No quesito suspensões, melhorias bem vindas. Na dianteira, a nova Street Triple vem equipada com garfos telescópicos invertidos da KYB (antiga Kayaba) com 41 mm de diâmetro e 110 mm de curso. A suspensão traseira é composta por monoamortecedor com 125 mm de curso. O trabalho de frear essa máquina é feito por discos duplos dianteiros de 310 mm de diâmetro, mordidos por pinças deslizantes Nissin de dois pistões e disco simples de 220 mm com pinça Brembo de um pistão. Segundo a Triumph, há uma versão disponível com freios ABS desligável. Muito provavelmente a versão que deverá vir ao Brasil.

Por: Arthur Caldeira  –  http://infomoto.blogosfera.uol.com.br/

A cor branca já está confirmada para o Brasil

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em TRIUMPH

Triumph Street Triple e Daytona 2013 já estão no Brasil !!!


Triumph Dayona 675 (Foto: Rafael Miotto/G1)

Triumph Dayona 675 (Foto: Rafael Miotto/G1)

     A Triumph mostrou pela primeira vez no Brasil a Street Triple e a Daytona, modelos que serão montados pela marca em Manaus e começam a ser vendidos em junh próximo. A naked Street Triple foi renovada no ano passado e lançada no Salão de Colônia, em setembro. No mês seguinte, a marca apresentou a nova geração da esportiva Dayton 675 no Salão de Milão.

     Os preços para o mercado brasileiro ainda não foram divulgados. A montadora diz que as motos ainda estão em processo de homologação e de adaptação ao Brasil -deve haver alguma modificação na injeção eletrônica e, possivelmente, no escape.

     Segundo a Triumph, desde o chassi da moto, passando por visual e motor, tudo é novo na Daytona 675. Ela chegará ao mercado brasileiro mantendo o propulsor de três cilindros, configuração tradicional da fabricante britânica, mas com potência aumentada para 128 cavalos, 3 cv a mais que no antigo modelo.

     O torque também ficou mais forte, aumentando em 0,2 kgfm, e agora atinge pico de 7,64 kgfm. Pesando 1,5 kg a menos que sua antecessora, a nova Daytona pesa 184 kg em ordem de marcha (com fluídos e combustível no tanque). Com freios ABS de série, que é possível ser desligado, é ideal para pilotagem em circuito.

     A Street Triple ganhou novo chassi, melhorando o desempenho dinâmico da moto – a moto está 6 kg mais leve que o modelo anterior, com 183 kg. A Triumph informa que houve uma redistribuição das massas, por exemplo, o novo escape está agora em posição mais baixa, contribuindo para melhorar a estabilidade da moto.

Mais lojas no Brasil
     No evento, a marca anunciou que irá acelerar a ampliação da rede de distribuidores devido à “alta demanda dos produtos”. Segundo a Triumph, a previsão de vendas para este ano era de 2 mil unidades, mas ela foi revisada para 2.500.

     O plano inicial era que, até o fim de 2014, a marca 12 tivesse concessionárias no país; agora essa meta foi antecipada para o fim deste ano. Atualmente, há apenas uma, em São Paulo. Nesta semana, serão inauguradas outras duas: uma em Porto Alegre e outra em Ribeirão Preto (SP).

      Em maio, a marca chegará a Brasília e a Belo Horizonte e, no mês seguinte, ao Rio de Janeiro e a Curitiba. A Triumph estuda a possibilidade de ter uma loja em Campinas (SP).

     Durante 2006 e 2010, a empresa foi representada pelo Grupo Izzo, o mesmo que já foi parceiro de Harley-Davidson e Ducati. Em setembro passado, já tendo assumido a operação no país, a marca começou a montar as motos em Manaus.

      O investimento no Brasil é de R$ 19 milhões, sendo R$ 8 milhões para um centro de armazenamento de peças, instalado em Louveira (SP), e a mesma quantia para a fábrica, que tem capacidade de produção de 5 mil unidades em uma área é de 2.000 m².

Por Rafael Miotto –  Fonte: http://g1.globo.com/

Triumph Street Triple (Foto: Rafael Miotto/G1)Triumph Street Triple (Foto: Rafael Miotto/G1)

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em NOTÍCIAS, TRIUMPH

Triumph Speed Triple 1050R Dark – 2013 !!!


dark5

      A Triumph anunciou que irá produzir e comercializar uma edição limitadíssima da Speed Triple 1050R que será chamada “Dark”.

dark1

      Esta moto estará disponível apenas no Reino Unido, onde serão fabricadas 30 unidades numeradas e identificadas.

dark4
 
      Como sugere o nome, a moto tem apelo “sombrio” conseguido com pintura em preto e detalhes em vermelho, logotipos especiais indicando se tratar de uma série especial, agregação de um spoiler e bolha fumê.

     Fonte: http://sobremotos.solupress.com

 

dark2 dark3

 

 

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em TRIUMPH