Arquivo da categoria: BIMOTA

Motos BIMOTA

Bimota vai lançar a DBX para o “Erzberg Rodeo” !!!


 

Image

 

     Em Rimini, a icônica marca Bimota, conhecida pelas suas criações exóticas e bastante exclusivas, está a anunciando o lançamento da novíssima DBX, e para que a nova moto não seja acusada de ser um modelo apenas “bonito” ao olhar, sem reais capacidades de utilização, a Bimota tem algo preparado!

     Ao mesmo tempo que festeja o seu 40º aniversário, a Bimota anunciou que vai inscrever e, claro, preparar uma DBX para participar na próxima edição do Erzberg Rodeo, uma prova de “enduro extremo” bastante conhecida em todo o mundo pela dureza que oferece a todos os que se atrevem a tentar chegar ao topo da montanha.

     A Bimota DBX vai estar integrada na categoria reservada às motos que utilizem motores bicilindricos e, o piloto escolhido é o também italiano Stefano Sacchini, piloto experiente neste tipo de provas “extreme” e vice-campeão italiano de ralis.

     Sacchini já se mostrou confiante na obtenção de um bom resultado para a Bimota DBX e, inclusivamente, durante a apresentação do projeto, chegou mesmo a admitir que este é apenas o primeiro passo numa aventura que, no futuro, irá levar a Bimota a muitas outras competições fora de estrada.

Fonte: http://www.motociclismo.pt/

 

Erzbergrodeo-2010-577 Erzberg Rodeo

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em BIMOTA, NOTÍCIAS

Bimota DB9 Brivido 2012 !!!


DB9_1

     Raros e com design exótico, os modelos da Bimota são uma alternativa para quem acha uma Ducati muito comum para ter na garagem. Longe da mais popular feira do setor por dois anos, a marca italiana retornou ao Salão de Milão em 2011 em grande estilo. Além dos modelos de linha e de competição, a Bimota trouxe duas novidades com foco no motociclismo urbano: a DB10 B.motard e a naked DB9 Brivido.

     Derivada da superesportiva DB8, a Brivido – cujo nome significa emoção em italiano – conserva algumas das suas características visuais como os faróis duplos colocados em coluna, que também são comuns aos outros modelos da marca. Na parte de trás, a DB9 inova ao posicionar o suporte da placa e os piscas próximos à roda ao invés de prolongar a rabeta, desenho que também foi adotado pela Ducati Diavel.

     Nas laterais, a carenagem integral que equipa as versões Biposto e SP da DB8 deu lugar a uma peça menor que funciona como proteção lateral para o radiador e também incorpora os piscas dianteiros, mas deixa a maior parte do motor descoberto. Mesmo sem a proteção total, as linhas angulosas no conjunto que emoldura os faróis e se estende para os lados da moto criam um visual forte e agressivo.

DB9_2

Motor endiabrado
     Não é apenas o detalhe da placa que a Brivido herdou da Diavel. O propulsor com dois cilindros em “L” de 1198 cm³ com o famoso comando desmodrômico também foi incorporado à DB9. Embora a fábrica de Rimini divulgue o novo modelo como uma naked de uso urbano, os 162 cv gerados pelo motor a 9500 rpm com torque máximo de 13 kgf.m a 8000 rpm não decepcionam aos mais ávidos por velocidade.

     Assim, para segurar a arisca naked italiana, a Bimota optou por equipar a Brivido com freios Brembo, sendo a roda dianteira com discos duplos de 320 mm de diâmetro mordidos por pinças radiais de quatro pistões. Já a roda traseira conta com um disco único de 220 mm de diâmetro com pinça de pistão duplo.

 

DB9_3

      Montada em um chassi de aço com placas de alumínio, a DB9 se despiu, mas não emagreceu, conservando os mesmos 177 kg da DB8 Biposto. O tanque de 18 litros também não foi alterado. Entretanto, o guidão mais alto oferece uma posição de pilotagem mais confortável.

     Detalhe que vai de encontro com a proposta urbana da Brivido, ainda que a potência do motor assuste em comparação com outras nakeds semelhantes, como nossa CB 1000R (144 cv) ou mesmo a Ducati Streetfighter (155 cv).

 

DB9_4

 DB9_5

 

     Já o conjunto de suspensão segue os mesmos padrões das motos esportivas de alto desempenho. A roda dianteira conta com garfo telescópico invertido “upside-down” e a traseira com balança monoamortecida. Ambas com ajuste na pré-carga da mola.

     Embora as vendas da Brivido estejam previstas para iniciar no verão europeu, os motociclistas brasileiros já podem começar a sonhar com ela. Segundo Carlos Ludman, da Perfect Motors, representante da Bimota no Brasil, a DB9 pode aportar por aqui até o final de 2012. “Temos sim o plano de trazer a DB9 para o Brasil ainda esse ano. Acredito que no segundo semestre já teremos as primeiras unidades”, afirma Ludman. Por enquanto, ainda não há uma definição do preço que ela custará no mercado nacional.

Por Carlos Bazela – Fonte:Agência Infomoto – Fotos: Divulgação
http://www.moto.com.br/

 

DB9_6

 DB9_7

 DB9_8

 

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em BIMOTA

BIMOTA no Salão de Milão – EICMA 2011


Image

     Bimota DB9 Brivido

     A marca italiana Bimota que tem o seu “quartel-general” em Rimini não deixou de marcar presença e impressionar todos aqueles que visitaram o seu stand com quatro novidades exóticas.

     Num ano em que a marca reorganizou a sua linha de distribuição e renovou a linha de modelos, além da participação na categoria Moto2 com uma equipe própria, 2012 apresenta-se com boas perspectivas para a Bimota.

     Baseando-se vagamente na desportiva DB8, a DB9 Brivido é uma verdadeira super naked de luxo que tem no seu interior um bicilíndrico da Ducati, o Testastretta 11º com 1198 cc. Os avanços do modelo esportivo foram substituídos por um guidon mais elevado, e as pequenas carenagens de recortes pronunciados serão o suficiente para o condutor não ser importunado pelo vento a velocidades elevadas que os 162 cv anunciados conseguem facilmente atingir.

bimota%20DB9%20Brivido%2012

  Bimota DB9 Brivido

     Como não poderia deixar de acontecer nestas ocasiões, a Bimota mostrou este modelo com um quadro da própria autoria, enquanto na ciclística, a DB9 Brivido conta com elementos de excelente qualidade como as suspensões Marzocchi totalmente ajustáveis, amortecedor traseiro Extreme Tech ajustável, sfreio Brembo serie Oro e as rodas “ultra-leves” da OZ Racing.

     As poucas carenagens são fabricadas em fibra de carbono, com algumas zonas pintadas de vermelho mas, a Bimota irá disponibilizar também esta novidade numa versão mais exótica que se irá distinguir da versão base pela utilização de carenagens em carbono sem qualquer pintura.

     A segunda novidade da Bimota é a sua versão da Ducati Hypermotard, denominada de DB10 Bimotard.

     Esta moto utiliza o mesmo motor desenvolvido pela Ducati para a Hypermotard, um bicilíndrico em L com 1078 cc com 98 cv, que é alimentado por um sistema de injecção Walbro específico da Bimota. O quadro é de fabricação própria e utiliza uma mistura de aço tubular com elementos em alumínio, enquanto na traseira o destaque vai para o esbelto braço oscilante em aço tubular.

Image

Bimota DB10 Bimotard

12604_normal

     Para ajudar o condutor a adotar a verdadeira posição e estilo de condução de uma supermoto, a altura do assento é um pouco mais elevada do que o habitual atingindo os 820 mm, enquanto o peso a seco anunciado pela marca é de apenas 168 kg.

     As duas restantes novidades Bimota presentes na EICMA deste ano são duas opções totalmente criadas pela equipe da marca, incluindo os motores. As BBX300 e BBX508 utilizam motores a 2T e 4T respectivamente.

Image

Bimota BBX 508

Bimota-BBX-300-Befurious_com

Bimota BBX300

     A BBX300 dá uso a um motor monociclíndrico com carburador Keihein PWK de 38 mm, enquanto a BBX508 utiliza um monocilíndrico com injeção de combustível cumprindo com a norma anti-poluição Euro-3. Os pesos anunciados são de 100 e 115 kg.

Fonte: http://www.motociclismo.pt

 

Image

 

Equipe: MotosBR

1 comentário

Arquivado em BIMOTA

BIMOTA Apresenta a Nova DB8


 

A BIMOTA apresentou neste último dia 15 de Janeiro  a nova DB8.
As semelhanças entre a DB7 e a DB8 são imensas, pois na realidade as diferenças são que, enquanto a DB7 utiliza e abusa de peças em carbono, titânio e componentes mais exóticos, a DB8 troca isso tudo por materiais como o alumínio, a oferta de um lugar para passageiro e componentes menos exóticos, mantendo o design geral inalterado.

Image

A DB8 consegue ser mais barata especialmente devido à utilização de materiais como as carenagens em plástico em vez do carbono da DB7, alumínio para o sub-quadro em vez do carbono e, ainda, suspensões Marzocchi (à frente) e Extreme Tech (atrás) com especificações mais baixas.
Para contrapor à retirada dos elementos exóticos, a Bimota DB8 oferece, como já foi referido, um banco para passageiro e, especialmente, um novo motor proveniente da Ducati. O motor desta nova desportiva é o bicilíndrico em L de 1198 cc, que disponibiliza mais 8 cv que na DB7 (1098 cc), o que deverá ser suficiente para responder ao aumento de peso que, de acordo com a Bimota, se cifra nos 8 kg.

A DB8 também é maior 8 cm em comprimento, mas a distância entre eixos mantém-se inalterada. Por debaixo do banco do passageiro, passamos a contar com um pequeno espaço para arrumação de pequenos objectos.
“Os clientes Bimota estão habituados a serem surpreendidos com novas motos de design inovador, boa potência e baixo peso, e muitos deles têm uma mulher ou namorada que gosta de andar com eles. Estamos certos que este design será um sucesso”, afirmou Anna Carla Cuneo da Bimota, durante a apresentação na exposição Verona Motorbike.

Quanto a preço ainda nada foi confirmado pela marca, sendo que o preço será mais baixo do que a DB7 que, em Portugal, custa 28.500€, cerca de R$72600,00.

fonte: Motociclismopt

Equipe: MotosBR

Deixe um comentário

Arquivado em BIMOTA, NOTÍCIAS

Bimota DB7R Diavolo Rosso 2010


A nova Bimota DB7R Diavolo Rosso 2010 vem equipada com vários componentes construídos em fibra de carbono e oferece uma relação de peso/potência de exatos 1:1, pois tem 164 Kg e 164 CV.

Como se trata de uma moto super especial, seu preço também é. Quando for vendida, será por 40.200 euros.

 

O painel de instrumentos conta com GPS e “lap Timer” para controle de tempos por voltas. O painel ainda mostra os mapas de vários circuitos em 2D com GPS, sendo capaz de armazenar até 100 diferentes traçados.

 

fonte: http://sobremotos.solupress.com/

Equipe : Motosbr

Deixe um comentário

Arquivado em BIMOTA, NOTÍCIAS

Bimota DB6 Delírio Borsalino


Image 

Não é a primeira vez que a Bimota e a conhecida marca italiana de chapéus Borsalino, se juntam para criar algo verdadeiramente único e especial.

Em 2007 esta união resultou na criação de uma série especial da DB5, que contava com uma pintura exclusiva em preto e dourado, suspensões Öhlins, travões Brembo e jantes Marchesini também douradas.

Dois anos depois, as duas marcas voltaram a juntar-se, desta vez tendo por base a DB6 Delirio.

 As modificações efectuadas a este modelo não foram tão extensas: um novo esquema de cores creme / verde, e para finalizar vários logótipos da Borsalino.

Apesar de não apresentar grandes novidades em relação ao modelo original, a verdade é que, este esquema de cores acaba por fazer sobressair ainda mais, uma moto que já de si chamava à atenção.

O preço desta edição especial Bimota DB6 Delirio Borsalino não foi revelado.

fonte: motociclismopt

Equipe:motosBR

1 comentário

Arquivado em BIMOTA

Bimota TESI 3D


Bimota TESI 3D


BimotaTesi3D-5

A arte de juntar duas rodas, um quadro, um motor, um guidão e outros componentes, formando uma motocicleta, ganhou outra dimensão, com a exclusiva marca italiana Bimota, quando a fábrica de Rimini apresentou o excêntrico modelo Tesi 3D.

Com revolucionária suspensão dianteira, um quadro extremamente compacto, em forma de arco, lembrando a letra grega ômega, e um motor de dois cilindros em L, herdado da Ducati, o modelo será produzido em série limitada de 29 unidades.

BimotaTesi3D-1

Para identificar cada exemplar, haverá uma placa em ouro com o número da moto e o nome do proprietário. A exclusividade vai custar cerca de 30 mil euros (R$ 85 mil).

A história da Bimota começa com a união de três apaixonados por motocicletas, que emprestaram as iniciais de seus nomes para batizar a marca. Bianchi, Morri e Tamburini.

O último é o badalado Massimo Tamburini, projetista da Ducati e MV Agusta.

Já a Tesi 3D surgiu em um banco de universidade.

BimotaTesi3D-3

Experiência

O jovem engenheiro Pierluigi Marconi apresentou como tese (tesi, em italiano) de graduação, nos anos 90, o projeto de uma exótica moto, que acabaria saindo do papel e virando uma das estrelas da marca.

A nova Bimota Tesi 3D é uma evolução dos projetos anteriores. Um dos destaques é o sistema de suspensão dianteiro, batizado de Pull Rod, com braços oscilantes em fibra de carbono paralelos ao chão, ligados ao quadro, e um amortecedor a óleo pneumático regulável, com 115 mm de curso.

O interessante sistema rebaixa o centro de gravidade e desassocia os sistemas de direção (24 graus de ângulo de esterçamento) e de suspensão, que funcionam independentemente.

Porém, criou outro curioso efeito visual. Com a balança dianteira semelhante à traseira, fica a dúvida se a moto está indo, ou vindo… Outra inovação é que, sem espaço, ocupado pela suspensão, as pinças (radiais Brembo) do freio dianteiro foram parar na parte inferior dos discos de 320 mm. Se a posição é inédita e vulnerável, pelo menos rebaixa ainda mais as massas.

BimotaTesi3D-6

Quadro

Outra notável obra de engenharia é o quadro. Forjado em alumínio, lembra o formato de uma dupla letra grega ômega, ou um arco de cada lado da moto. Extremamente compacto, consegue conectar toda a moto, em espaço reduzido, diminuindo também o peso e a complexidade.

O conjunto ganhou visual extremamente agressivo e diferenciado, que se transforma em uma espécie de ponto turístico ambulante. Os escapes têm saída alta, com duas enormes ponteiras triangulares, e a frente é bicuda, com as setas integradas aos espelhos retrovisores.

O motor é um dois cilindros em L da Ducati, com 1.079 cm³ de cilindrada, refrigeração a ar e óleo e o tradicional comando desmodrômico (age nos balancins para abrir e fechar as válvulas).

BimotaTesi3D-7

A injeção eletrônica e o mapeamento do motor foram alterados pela Bimota, que não fornece a potência, mas deve ficar próxima dos 100 cv, já que a Multistrada, que usa o mesmo propulsor, desenvolve 95 cv a 7.750 rpm.

A suspensão traseira é mono, regulável, com 130 mm de curso. O freio traseiro tem disco simples de 220 mm. As rodas têm aro de 17 polegadas, o câmbio é de seis marchas e o peso a seco é de 168 kg.

BimotaTesi3D

O piloto de testes do site MCN, da Inglaterra, especializado em motos, está sendo o primeiro a testar a terceira geração da  Bimota Tesi, a 3D.

Veja o que ele comentou sobre ela: “Apenas um exemplar dessa moto radical existe por enquanto, e na forma de uma mula de pré-testes. Andei com o piloto de testes da Bimota em estradas perto da fábrica italiana em Rimini, e apesar de as estradas serem bem escorregadias, ainda assim consegui sentir que ela estava indo muito bem.”

“Ela é bem confortável para uma moto totalmente esportiva. O maior elogio que podemos dar a ela é seu guidão bem confortável, que me fez sentir como em uma moto convencional.”

BimotaTesi3D-2

Equipe:motosBR

Deixe um comentário

Arquivado em BIMOTA