Suzuki B-King: Motor furioso e Design arrojado !!!


Suzuki B-King

     Se fosse para associar esta máquina da Suzuki ao mundo animal, a visão que vem logo de cara é a de um grande e forte touro puro sangue. Primeira impressão que se tem da Suzuki GSX1300 B-King: motor furioso, design arrojado, aceleração e retomadas rápidas. O grande tanque dá a dimensão exata da máquina: forte e robusta. Chama a atenção dos amantes do motociclismo.

     A maior parte do peso deslocada levemente para a frente, torna a pilotagem mais exigente e notadamente mais apropriada para pilotos com boa envergadura. Ao final do teste urbano, senti dores nas mãos e braços, não só pelo tamanho e peso, mas também pela potência, a qual se precisa domar, pois, para quem não está acostumado com a ergonomia desta fera, estranha um pouco.

 

Suzuki B-King

     Aceleração excelente, freios dianteiros respondem muito bem, painel com informações bem visíveis. O ponto forte da B-King é o conjunto motor e câmbio, que apresentam precisão impecável. No teste realizado em trânsito congestionado na Avenida 23 de Maio, apesar do seu grande porte, pilotando seguro, não tive dificuldades em acompanhar as demais motos, sem ultrapassar os limites permitidos.

     Apenas em alguns trechos de baixa velocidade apresentou um aquecimento acentuado, mas nada que prejudicasse o teste, sendo considerada uma situação normal.

 

Suzuki

     No uso cotidiano, apresentou-se com boa performance, porém é sempre bom lembrar que temos motor de sobra…

     No teste feito com garupa, gerou um pouco de desconforto, pois sua posição mais elevada em relação ao piloto provoca certo receio, também por suas laterais avantajadas (mais larga que o assento traseiro) atrapalha o apoio dos joelhos . De modo geral é uma máquina robusta, bem apresentada, design futurista e com sede de estrada.

 

Suzuki B-King

     Mas e na estrada?! Uau… esta é a verdadeira vocação deste puro sangue. O teste realizado me deu um único resultado: pura satisfação em pilotar (ou domar) os 184 hp desta maravilha da tecnologia.

     Uma pequena observação se torna necessária:  “O Ministério da Saúde adverte, a aceleração descuidada pode levar a ultrapassar os limites de velocidade”. Essa máquina sobe de velocidade de maneira surpreendente, provocando um enorme prazer ao pilotar.

 

 

     Um item avaliado que quase me tira a paz: o tanque de combustível (16,5l t), entrando na reserva quando estava na estrada, o que dá uma baixa autonomia. Assim como a aceleração, a frenagem também foi muito satisfatória, talvez com um ABS poderia se ter um pouco mais de tranquilidade, mas nada que subtraia o grande prazer dessa pilotagem. Os enormes discos duplos na dianteira seguram muito bem esta fera. Já os traseiros, nem tanto, porém não prejudicando nada a nota final.

     De maneira geral o teste agradou muito, a princípio exigindo certo esforço deste piloto, mas conforme os quilômetros foram passando, a fera foi domada, a intimidade e o prazer foram aumentando de maneira exponencial. Curtiu o Touro Puro Sangue, quer dizer, a moto?!

Texto por J. Dionysio  –  Fotos: Divulgação, J. Dionysio e R. Tamer

Fonte:  http://www.bestriders.com.br

 

Suzuki B-King
Tabela Teste Avaliação B-King

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em SUZUKI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s