250/300 Naked’s – escolha a sua !!!


 

 

     O mercado das 250 cilindradas naked (isso inclui a linha Honda 300) está mais aquecido do que nunca. Depois de lançar a CBX 250 Twister em 2002, o segmento passou por pouca evolução e concorrência. A Honda transformou a Twister em CB e aumentou a cilindrada para 300. Nesses 10 anos, a Kasinski teve a Comet 250 melhorada significamente e o preço rebaixado para poder participar desse mercado.

     A Yamaha lançou a Fazer 250 em 2006 e deu um face-lift em 2010, recebendo um visual mais moderno e freio a disco traseiro. Resumindo, um mercado muito significativo dominado pela Honda e com a Yamaha tentando aparecer. Kasinski e sua “velha” Comet sobrevivem graças a um modelo bonito, bicilíndrico e diferenciado. Mas agora temos mais um jogador no campo. A Dafra, que vem adotando políticas mais agressivas comercialmente, trouxe, além da Roadwin, a Next 250 para enfrentar esse velho trio que já não inova a mais de dois anos.

     Para isso, fizemos um resumo das principais características para ajudar você na escolha da sua próxima naked 250. Encontramos uma observação bem interessante ao pesquisar sobre as motos: os modelos da Kasinski e da Dafra podem ser encontrados na concessionária pelo mesmo valor de tabela das marcas. Na Honda, essa realidade é um pouco diferente. O preço praticado ficou R$ 310,00 mais caro. Já a moto da Yamaha foi o oposto. Diversas concessionárias de São Paulo estão dando um desconto e oferecem o modelo por R$ 479,00 a menos que o valor de tabela.

Honda CB 300 R


     Sendo um sucesso de vendas, a Honda CB 300 R faz jus ao seu reconhecimento. De design simples, mas moderno, lembra as suas irmãs maiores, CB 600 F Hornet e CB 1000. Com uma característica mais esportiva, vem dotada de um motor com maior cilindrada e relação de marchas curtas, sendo bastante ágil para o dia a dia com torque sempre presente. A falta da sexta-marcha torna as suas respostas rápidas, mas sacrifica o conforto e o consumo em condições de rodovia.

     O motor ausente de vibração casa muito bem com o câmbio de engates perfeitos. As suspensões são firmes e chegam a ser desconfortáveis em relação a Next e a Fazer, ajuste esportivo que sacrifica o conforto. Os freios são muito bem dimensionados e contam com a assistência do C-ABS como opcional.

     Pilotando a CB temos bastante prazer. Justinha, ágil e com comandos macios e precisos é uma opção acertada. Já os preços de tabela R$ 11.690,00 na versão sem ABS e R$ 13.390,00 na versão com C-ABS são bem salgados. Preço de mercado: R$ 12.000,00 (sem ABS).

Yamaha Fazer YS 250


     Reformulada em 2011, a Fazer 250 é o segundo modelo mais vendido da categoria. Dona de um visual moderno, conta com recursos ausentes na Honda, como lanterna de led e um acabamento mais esmerado. O seu motor de 250 cilindradas é o mesmo desde o lançamento em 2006 e prima pela robustez e economia de combustível, apesar de ser um tanto áspero.

     Também herdado do lançamento é o câmbio de 5 velocidades que apresenta engates duros e difíceis. Priorizando o conforto, ela possui suspensões macias, guidão alto e pedaleira adiantada, garantido mais conforto que qualquer outro modelo desse segmento.

 

     Apesar disso, ela é bem neutra nas curvas e passa bastante segurança. A Yamaha é uma opção bem sensata, pois não custa mais que as rivais e não deve muito em desempenho para a Honda, além de ter o conjunto mais equilibrado.

     O que pesa contra ela são detalhes que não deveriam existir em uma moto com seis anos de mercado, como o freio dianteiro “borrachudo” e o câmbio de engates difíceis. Preço de tabela é de R$ 11.279,00. Preço de mercado: R$ 10.800,00.

Kasinski Comet GT 250


     Lançada em 2005, desde então a Comet é reconhecida pelas suas dimensões avantajadas e porte que lembram uma moto de 600 cilindradas. De lá para cá, recebeu melhorias em diversos pontos e, principalmente, teve o seu preço reduzido. O problema é que quando ela chegou em sua melhor forma, o projeto já não convenceu tanto. A posição de pilotagem é atípica, com o banco distante do guidão, em que o piloto fica com os braços mais esticados.

     Esterça pouco e o conforto não é a sua prioridade, principalmente o garupa. Contudo, é a única no comparativo com motor bicilíndrico, o que a torna a melhor opção para andar em rodovias, visto consegue atingir maiores velocidades.

     Indicada para quem pretende viajar só ou roda pouco diariamente, pois sem dúvida o design e a motorização a colocam um passo adiante. Freios, suspensões, câmbio etc., são medianos em comportamento. Preço de tabela e de mercado: R$ 10.990.

Dafra Next 250


     A Dafra chega forte no segmento das 250 cilindradas. Para isso, traz itens importantes para o público que busca diferenciação, como um design muito atraente, rodas descentralizadas e motor refrigerado a água com injeção eletrônica, além de um câmbio de 6 marchas. Painel com iluminação azul, lanterna traseira de led, luz de posição e acabamento esmerado fazem a diferença.

     O motor é bem elástico e o desempenho lembra o da Fazer, assim como a dificuldade em engatar as marchas, às vezes, como na Comet. Os freios são muito bons. O conjunto ciclístico não beira a precisão da Fazer e da CB, mas é bem equilibrado, tendo as suspensões um pouco mais rígidas do que gostaríamos. Preço de tabela e de mercado: R$ 10.190,00.

POR: Eduardo Coutelle

FONTE: http://bestriders.com.br/

Equipe: MotosBR

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em ARTIGOS, NOTÍCIAS

7 Respostas para “250/300 Naked’s – escolha a sua !!!

  1. Gabriel

    250cc é naked? acho que seria mais pra uma street/city, acho que ao invés disto deveríamos é fazer algo pra abaixar os preços das motos e permitir que as pessoas que podem comprar uma 250 pudessem comprar uma 600 pelo mesmo valor(como acontece em todo o resto do mundo).

  2. rogerio scarabelo

    gabriel concordo plenamente esse pais e o controrio de outros muito imposto e pouca qualidade em varios seguimetos ficando nos consumidores sempre atras.

  3. kleber Zilmar

    Entendo que é positivo a entrada da next no segmento, quanto mais mlehor aumentando a concorrência melhora o produto e o preço.

    Em relação as de 600cc existe a naked kasink por 20.000,00 porém a kasinski ainda vem sofendo preconceito e de acordo com proprietários as cc kasinski pecam com pós e mecanica nas revisões.

  4. João Luis Trinidad

    Amigos temos que nos lamentar pois moramos no pais mais rico do planeta, aqui tudo é mais caro(motivo politica, impostos, etc…) até nos paises vizinhos encontramos carros, motos, eletrodomésticos, bebidas perfumes, pneus e tudo mais que imaginarem mais baratos. abraços

  5. gilvan coutinho

    GILVAN COUTINHO

    Bem amigos, todas são ótimas em agilidade, custo e beneficio, mas onde está a ninja 250, que tá dando um show em todos os quesitos, sendo 6 marchas, com ótima arrancada e velocidade máxima???

  6. carlos

    pateta !kkkkkkk esse cara !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s