Nova GSX-R1000: Mais leve, freios melhores e mais econômica !!!


Image

     Foi apresentada mais uma das superesportivas que vão estar nas estradas  Européias em 2012. Após a Yamaha, a BMW, a Honda e a Ducati (ainda que apenas o motor da 1199 Panigale) terem revelado as suas novas, ou ligeiramente “retocadas” , chega a vez da Suzuki revelar a nova GSX-R 1000.

     Mantendo o design das carenagens da sua antecessora, a nova GSX-R 1000 conta no entanto com ligeiras modificações na sua aparência que a tornam distinta do modelo anterior: utilização do azul típico da Suzuki que agora ocupa mais espaço nas laterais, logotipos ligeiramente maiores e painel de instrumentos com nova coloração. Outra modificação estética é o retorno do sistema de escape com uma única ponteira.

     Esta solução, além de estética, é também funcional, pois a utilização de um sistema 4-2-1 totalmente fabricado em titânio permite melhorar a reposta em médios regimes e ajudar na diminuição do peso da GSX-R, com a Suzuki  anunciando que a nova “mil” atinge os 203 kg a cheio, menos 2 kg do que a versão anterior.

Image

     A nível do motor a casa de Hamamatsu decidiu reaproveitar o tetracilíndrico de 999 cc, mas dotou-o de uma reposta mais “cheia” nos médios regimes. Aproveitando a tecnologia utilizada pela equipe de MotoGP e tendo a referência de análise à fadiga dos materiais, os pistões foram redesenhados e são 11% mais leves, além de verem a sua resistência ao desgaste melhorada.

     Na eletrônica poderemos encontrar na nova GSX-R 1000 de 2012 os mesmos três mapas de motor, selecionáveis facilmente através de um botão colocado no punho esquerdo. Infelizmente, e ao contrário do que acontece noutras marcas, a Suzuki ainda não instalou na nova versão da sua esportiva o “necessário” sistema de controle de tração…

Image

     O novo módulo de controle do motor (ou ECU) viu as suas “afinações” otimizadas para se adaptarem ao novo sistema de escape único, e a Suzuki anuncia uma melhoria de 8% nos consumos.

     Se na aparência e performance do motor e no seu controle eletrônico a moto muda pouco, o mesmo já não se poderá dizer da sua ciclística: o quadro em alumínio de dupla trave, foi adicionado, uma evolução da suspensão, com curso mais pequeno, mais leve e resistente a ritmos fortes em pista, para além das regulagens serem ligeiramente alteradas para responderem melhor ao menor peso do conjunto e à mudança no centro de equilíbrio da GSX-R 1000.

     Juntamente com o Garfo BFP, os engenheiros japoneses decidiram adotar para a sua esportiva , pinças da Brembo monobloco, uma solução que já tinha sido adotada para as GSX-R 600 e 750.

     Quanto ao sempre importante fator “preço”, ainda não é possível confirmar qualquer valor final, pois a Suzuki irá apresentar a moto “oficialmente” durante o Salão de Milão – EICMA em Novembro.

fonte: http://www.motociclismo.pt/

Image

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em SUZUKI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s