Ducati Monster 1100 Evo – Avaliação Técnica


 

Teste: Ducati Monster 1100 Evo

Modelo completa 18 anos de produção e mostra sua maturidade

     Quando a Ducati lançou o modelo Monster, em 1993, muitos foram surpreendidos com o design e desempenho da motocicleta. Ao longo do tempo, a marca e o modelo passaram por outras experiências e a Ducati agora mostra tudo o que aprendeu pelo caminho. Versão após versão, chega à maturidade com mais energia, equipamentos eletrônicos padrões e design otimizado.

     O motor da Monster 1100 Evo evoluiu muito. Agora a moto é animada por um bicilindro de 90 º L-twin com válvula de ar duplo e deslocamento de 1079 cm3. A evolução faz da nova versão, a mais poderosa de todos os tempos, com uma potência máxima de 100 cv a 7.500 rpm e torque máximo de 10,7 kgfm, já disponível a 5.750 rpm.

 

     Obviamente que não apenas o motor ficou mais potente e ágil, o chassis foi objeto de melhorias e atenção pela equipe de engenheiros da Ducati. Por isso, para segurar o motor, encontramos um novo garfo, composto de 43 mm garfo Marzocchi totalmente ajustável para a frente e um mono amortecedor Sachs, também ajustável na traseira. Até mesmo os freios foram dispostos a oferecer a melhor escolha para o modelo.

     Esteticamente, o modelo não sofreu alterações radicais. Mas as modificações privilegiaram um visual mais bonito e agressivo. A traseira foi redesenhada, enquanto o lugar do piloto e do passageiro foi refinado para assegurar conforto ao conduzir, mantendo a altura do assento em 810 mm.

     A moto ainda recebeu itens tecnológicos e de segurança. O Ducati Safety Pack consiste em dois dispositivos importantes: o ABS eo DTC (Ducati Traction Control). Ambos os sistemas trabalham com os sensores de velocidade nas rodas. Além de velocidade, o sistema consegue equilibrar a rotação e bloquear uma desaceleração súbita. O ABS pode ser desligado, enquanto o DTC é ajustável em quatro diferentes níveis de intervenção.

 

     A Monster 1100 Evo está disponível nas cores vermelho clássico, com uma listra branca e Black Diamond, com uma faixa cinza. Além disso, o piloto tem acesso a temas e itens personalizados. O modelo chega ao mercado italiano por $11.690 euros, aproximadamente R$26.708 reais.

Primeiras impressões
     Logo ao virar a chave, as luzes e o visor da Monster 1100 Evo acendem e o ronco grave do escapamento toma conta do ambiente. Certamente é uma moto feita para quem não tem medo de pilotar rápido em estradas, ponto forte da Ducati. As marchas entram suavemente e é dificil selecionar o ponto-morto sem querer.
O motor responde bem aos comandos do acelerador, que se manejado com vigor pode empinar a moto sem grandes dificuldades. A boa relação peso/potência torna a Monster muito rápida, com arrancadas enérgicas e decididas. Outra boa característica é o potente freio motor, que pode dispensar o uso dos freios à disco em muitos percursos.

 

     Entretanto, quando necessários, os freios com ABS proporcionam paradas seguras eficientes. O sistema autoblocante interfere pouco na condução, e permite ao piloto modular bem a potência de frenagem.
 
     As vibrações no guidão são mínimas e a moto é muito estável nas mudanças de direção em estradas sinuosas. O bom comportamento na saída das curvas permite o piloto acelerar tudo e graças ao controle de estabilidade DTC, a traseira se mantém no prumo sem que uma interferência muito forte seja sentida.

 

     Apesar dos predicados esportivos, a Monster 1100 também pode ser conduzida sem pressa. O peso bem distribuído e a boa posição de pilotagem deixam o piloto confortável. Mas não foi feita para ser guiada por muito tempo. A posição do banco em relação ao tanque pode incomodar alguns pilotos, principalmente em frenagens mais fortes.

     A Ducati Monster 1100 Evo é uma moto madura, capaz de entregar muita emoção, bom pacote tecnológico e segurança ao piloto.


fonte: http://motordream.uol.com.br

 

Equipe: MotosBR

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em DUCATI

4 Respostas para “Ducati Monster 1100 Evo – Avaliação Técnica

  1. herminio

    Quanto custa aqui no Brasil?

  2. André

    Ai pessoal!
    Recebi a Monster 1100 EVO, 50K.
    A moto é muito show, achei ótima na cidade, maneável e muito forte…a roda da frente ergue fácil fácil.
    Estrada ainda não peguei.
    Todo mundo baba na moto.
    Abraço, André.

  3. tenho uma monster 1100 . essa moto ou vc ama ou odeia no meu caso amo . dia 25-11-2011 fui ao URUGUAI , moro em porto alegre ai sim pude ver o q essa moto faz . meu nâo tem defeito anda muito e segura economica para o motor q tem em suma fabulosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s