Yamaha XT 1200Z Super Ténéré – 2010


Image

O nome “Ténéré” fez e continua a fazer sonhar uma geração de aficionados pela aventura .

 A Yamaha possui um longo historico de vitórias no maior e mais antigo rally do mundo, o Dakar, onde acumulou múltiplas vitórias, as últimas nos anos 90 com Stéphane Peterhansel que ganhou a prova por seis vezes pilotando a famosa XTZ 850 completamente desenvolvida pela Sonauto, o maior distribuidor oficial da Yamaha na França, que foi a precursora da primeira versão da Super Ténéré em versão estradeira.
Entretanto a Super Ténéré foi perdendo a sua aura e à medida que foram entrando novos modelos no mercado a Yamaha deixou de ter uma trail de grande cilindrada na sua gama durante longos anos.
A oportunidade foi aproveitada pelas suas concorrentes, nomeadamente a BMW, que fez estragos neste segmento com a GS. Hoje em dia a marca bávara é líder destacada neste mercado com a 1200 que existe em duas versões, uma bem off-road e a Adventure, recheada de equipamento.

Image

A nova XT 1200 Z foi criada a partir de uma folha branca de papel, neste modelo tudo é novo, não há aproveitamento de conceitos de nenhuma moto que faça parte da gama Yamaha.
A “alma” é um motor de 1199 cc, com dois cilindros em linha que debita 110 cv. A distribuição é feita por 4 válvulas por cilindro e o desfasamento de 90 graus entre as duas bielas permite neutralizar de forma eficaz o efeito do torque do motor permitindo obter reações menos bruscas e um motor mais preciso e intuitivo.
A XT 1200 Z estará disponível numa versão inicial comemorativa que só poderá encomendada através da internet, a partir de Março e que possui alguns atributos que a distinguem das outras versões: proteções laterais do motor, protetor dos faróis dianteiros, proteção do cárter e um adesivo comemorativo.

Image

 características da nova XT 1200Z Super Ténéré:

. Motor dois cilindros em linha com 1199cc, 110cv de potencia e torque de 11 Kgm à 6.000 rpm.

. Intervalos de partida: 270 e 450 graus.

. Sistema de ABS Inteligente.

. Acelerador YCC-T Yamaha Chip-Controlled Throttle mede os movimentos do acelerador a cada 1/1000 de segundo para determinar a abertura correta da borboleta,  controlar o volume de admissão de ar para oferecer uma resposta limpa, imediata e eficaz em termos ambientais.

ImageMotor dois cilindros em linha com 110 cv

. Sistema de controlo de tração disponibiliza três modos distintos: TCS1 controla todos as perdas de tração da roda traseira, TCS2 que permite algumas perdas de tracção para circular fora de estrada e desligado. Paralelamente possui dois mapas de ignição e injecção um para ritmos desportivos (Sport) e um para ritmos mais calmos (Touring).

. Quadro em aço idealizado para suportar os abusos da utilização fora de estrada.
. Rodas de alumínio com raios simples.
.Transmissão final por cabo.
. Suspensão dianteira equipada com bainhas invertidas com 43mm de diâmetro e 190mm de curso com possibilidade de regulagem em   compressão, extensão e pré carga da mola.

ImageQuadro em aço de crómio molibdênio

. Suspensão traseira está entregue a um mono amortecedor regulável em pré carga de forma manual através de um manípulo.

. Frenagem assegurada por dois discos de 310mm na dianteira e um único disco de 282mm na traseira.

. Assento ajustável disponibilizando duas alturas: 845 e 870.
. Peso em ordem de marcha: 261 kg.
. Capacidade do tanque: 23 litros.
 

Image 
Image
Instrumentação detalhada
Image
Sistema de escape equipado com catalizador
Image
Assento ajustável
Image
Fonte: MotociclismoPT
Equipe:MotosBR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s