Yamaha FZ-S 2013 – o "Senhor das ruas"


yamaha-fz-3 

     Os modelos FZ e FZ-S são produzidos na Índia e exportados para outros países, inclusive da América do Sul como a Colômbia, e causaram grande furor quando de seu lançamento em 2008 pelo estilo inovador que adotaram.

     Na oportunidade, quando se cogitava o lançamento de uma nova Fazer ou uma nova moto que fosse uma concorrente à altura da nova CB 300R da Honda, era esta a moto preferida pelos internautas, com a adoção do confiável motor de 250 cilindradas alimentado por injeção eletrônica já em fabricação pela Yamaha do Brasil. Na Índia, a FZ e a FZ-S tem 150 cilindradas e ainda são de alimentação por carburador.

 

yamaha-fz-2

 

     Infelizmente, não foi esta solução empregada pela subsidiária brasileira, preferindo um “face lift”, apenas uma reestilização, do YS 250 Fazer já em linha.
    
     Agora, o modelo FZ-S 2013 foi lançado na Índia e traz ainda mais melhoramentos estéticos que mantém a série “FZ” moderna e muito atrativa. Esta série é uma das principais responsáveis pelo grande aumento das vendas da Yamaha naquele país pela grande aceitação do público masculino. Por lá, a FZ-S, segundo a própria Yamaha, expressa a “fusão do machismo e do fashion” e ganhou o slogan de “Senhor das ruas”.

 

yamaha-fzs-2013_01

     As novidades ficam por conta dos grafismos, cores, cobertura do painel de instrumentos mais aerodinâmica, novo formato do farol, um assento mais comprido e mais largo, novas alças para o garupa, adoção de um protetor de corrente.

     Nos quesitos técnicos de motorização, suspensão, chassi e freios, a moto permaneceu inalterada. A motorização continua baseada num motor de 153cc refrigerado a ar, 4 tempos, de 2 válvulas, comando SOHC capaz de gerar 14 CV a 7.500 rpm e torque máximo de 13,6 Nm a 6.000 rpm.

 

article_image26533 yamaha-fzs-2013_06

     A atual YS 250 Fazer já começa a merecer uma atualização ou uma substituição. Novos competidores diretos, como a Next 250 da Dafra, e novos produtos alternativos como a Honda CBR 250R ameaçam fazer declinar as vendas deste modelo, então, como estamos em um outro momento, com outros executivos no comando da Yamaha Brasil, podemos torcer para que seja adotada uma versão mais robusta e tecnologicamente avançada desta FZ-S para o mercado brasileiro.

fonte: http://sobremotos.solupress.com

 yamaha-fz-7

 yamaha-fz-5 yamaha-fz-6

yamaha-fz-1 yamaha-fzs-2013_02

 

 

Equipe: MotosBR

About these ads

11 Comentários

Arquivado em YAMAHA

11 Respostas para “Yamaha FZ-S 2013 – o "Senhor das ruas"

  1. edneygoncalves

    Engraçado, gostaria de saber como é o mercado colombiano de motos, será que vende mais que o Brasil? A Yamaha Brasil é uma vergonha, deixou a Honda ficar do tamanho de um Elefante e contenta-se em ficar do tamanho de um rato…conformada isso sim, tem potencial e modelos para brigar de igual para igual, uma pena para nós consumidores.

    • Rodrigo Guinha

      É meu amigo edneygoncalves.

      Eu estava pensando muito em comprar uma Fazer 250.

      Mas acho que no momento não vale a pena.

      Ver que a Yamaha tem algo melhor para nos oferecer e não faze-lo por que não quer???

      Isso é muita sacanagem, acho que eles deveriam respeitar mais o consumidor brasileiro, nós que pagamos a eles mais do que em qualquer lugar do mundo, tinhamos que ter as melhores motos aqui no nosso pais e não ficar pagando pau para as motos que saem na europa e nos EUA. Fica aqui o minha decepção com a Yamaha.

      Prefiro juntas mais 1 ano do meu dinheiro e comprar uma BMW GS 650 ou até mesmo uma Ducati Moster 696 que é mais moto e mais marca que essa Yamaha sem vergonha.

  2. edneygoncalves

    BMW GS 650 é meu sonho de consumo…para mim não precisa mais, dá para usar no dia-a-dia, passeios, viagens e tudo mais…suspensão para aguentar o Rallye que são as ruas de São Paulo e tudo mais. Um dia quem sabe…rs.

  3. Ramon Pereira do Nascimento

    Parabéns a Yamaha da Colombia pois tem a sabedoria de concorrencia de mercado. Pois Yamaha do Brasil não tem sabedoria e nem ousadia para concorrer com Honda. Com certeza o lançamento da FZ S aqui no Brasil seria o bastante para fazer a diferença perante a Titan 150;

    YAMAHA DO BRASIL ACCOOORRDEEEMMM

  4. Márcio Pereira Dos Santos

    falar que uma BMW GS 650 e moto, amigo acorda você ta tendo pesadelo
    para conseguir vender sua nova big-trail a um preço tão interessante, a BMW decidiu primeiramente voltar a produzir o antigo modelo F 650 GS, apresentado pela fábrica no longínquo ano de 2000.
    Para minimizar os custos, fez uso das vantagens comerciais da globalização. Passou a fabricar na China parte de seus componentes (entre eles o motor) e decidiu montar a moto em Manaus, utilizando para isso uma linha de montagem de sua nova parceira, a Dafra

    moto de verdade e uma yamaha XT 660R isso sim, É possível dizer com total tranquilidade que a XT 660R é uma moto fiel às suas origens. O ronco forte a compassado do “big single”” inspira os mais afeitos a um passeio por estradas de terra e até em trilhas mais leves. A aceleração forte e o torque brutal de seu motor deixa claro que sua vocação é a força e que seu espaço preferido é pelos maus caminhos. Mas ela vai bem também nos outros espaços, tanto urbanos quanto rodoviários, apesar de serem mais raros no Brasil.
    XT 660R: a herdeira é fiel às origens e carrega com competência o peso da tradição do nome…

    • Pô…você gosta da XT pelo jeito, aliás é fanático por ela…mas daí a falar que a BMW é pesadelo forçou hein! O fato dela ser fabricada na China não quer dizer nada e ser montada no parque industrial da Dafra menos ainda…não entendi seu ponto de vista, pelo jeito a XT só tem qualidades e a BMW só defeitos, tendenciosa sua resposta…clássica de fanáticos que não abrem a mente para coisas novas e diferentes. Sou fã também da XT, acho-a uma “motaça” mas a BMW é MEU sonho sim e ponto!

  5. com certeza yamaha xt tenere ganhou muitos titulos mundias dakar.experiencia muito forte gs não sei de nada apenas uma moto feia de mais e vem da china qualidade inferior 650cc bmw.

  6. rob gol

    moto é r1 o resto é velocípede que ironia brigar por causa dessas seissentinhas grande porcaria kkk!

  7. adoro estas motos mas nao tenho posibilidade de ter uma .

    • ARQMOTO

      fica tranquilo cardoso, essa não tem no Brasil mesmo … salvo se a yamaha acordar , pois, iria chocoalhar as concorrentes se viesse para cá ….

  8. djksl

    esta é 250. da pra pegar rodovia com ela ?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s