Motos deverão reduzir emissão de poluentes a partir de 2014


emissao-de-poluentes_640x408

AE – Agência Estado

      Motocicletas fabricadas no Brasil terão limites de emissão de poluentes mais rigorosos a partir de 2014, conforme resolução aprovada ontem pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). A medida alcançará até as motos importadas. Os novos limites colocarão o País no mesmo nível de tolerância já adotado por Europa, Estados Unidos e Japão.

      Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado anteontem mostrou que até 2017 haverá mais motos do que carros nas ruas. E parte da frota ainda polui até quatro vezes mais do que carros, informou Rudolf Noronha, gerente de qualidade do ar do Ministério do Meio Ambiente, referindo-se às motocicletas fabricadas até o início do Programa de Controle da Poluição do Ar por Ciclomotores, Motociclos e Similares, o Promot, criado em 2002. Em 2014, entrará em vigor a fase quatro do programa, com limites ainda mais rigorosos já indicados para 2016.

 

cg_ybr_f_008

 

      O médico e professor Paulo Saldiva, coordenador do Laboratório de Poluição da Universidade de São Paulo (USP), explica que o processo é positivo. Segundo ele, quando o programa de controle de emissões veiculares foi criado, em 1986, a moto quase não foi levada em conta. "Hoje elas já circulam quase em igual número. Agora tem de controlar igual. Eu acredito muito no sucesso desse programa, porque a moto tem uma vida útil mais curta. Um caminhão ruim dura 30 a 40 anos e uma moto na mão de um motoboy dura cerca de 5 anos. Assim, a velocidade de renovação é maior."

      Os fabricantes de motocicletas não informaram ontem o custo da adaptação nas linhas de produção. Honda e Yamaha dominam o mercado brasileiro, que também registra a presença maior de importados da China.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Equipe: MotosBR

About these ads

2 Comentários

Arquivado em NOTÍCIAS

2 Respostas para “Motos deverão reduzir emissão de poluentes a partir de 2014

  1. Geraldo Lopes

    .

    Quero ver as chinesas que são vendidas aqui no Brasil escondidas sob muitos nomes de marcas ditas “nacionais”… modelos antiguinhos (algumas até deram uma modernizada no visual), cópias de motores japoneses da década de 1970, motos zero com carburador até hoje… vamos ver no que vai dar!!!

    .

  2. yuri l. calmon de siqueira

    A matéria diz “Os novos limites colocarão o País no mesmo nível de tolerância já adotado por Europa, Estados Unidos e Japão.” Lá nos USA são vendido modelos como XLR650 e a recém comenteda por aqui no blog KLR650 , São carburadas ? se sim como passam pelo ” nível de tolerância” de lá?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s