Comparativo – Honda Lead 110 X Dafra Smart 125


DAFRA SMART 125 e Honda Lead 110

 

Veículo urbano de fácil pilotagem, equipado com transmissão automática, o scooter vem conquistando o consumidor brasileiro em função de sua praticidade e agilidade. Febre há décadas na Europa, dois novos modelos de scooters desembarcaram em 2009 no mercado nacional: Honda Lead 110 e o Dafra Smart 125. Comparamos essas duas “práticas” novidades para driblar o trânsito mais que carregado de São Paulo.

A gigante japonesa, líder do setor de motocicletas no Brasil, trouxe o Lead 110, seu scooter mais vendido em todo mundo. Já a caçula do mercado de duas rodas, a Dafra resolveu montar no País o Smart 125, primeiro produto da parceria com a Haojue, líder do mercado chinês de motocicletas. Ambos trouxeram como grande diferencial a alimentação por injeção eletrônica de combustível. Confira quem se deu melhor na guerra da mobilidade.

Motores simples e injetados

Os modelos Lead e Smart têm propulsores com a mesma arquitetura simples: motor de um cilindro, comando simples no cabeçote (OHC). Mas o scooter Honda tem arrefecimento líquido, enquanto o Dafra Smart aposta na refrigeração a ar. Mas as diferenças não param por aí.

O propulsor do modelo Honda tem 108 cm³ e oferece 9,2 cv de potência máxima a 7.500 rpm e torque de 0,97 kgf.m a 6.000 rpm. Já o do Smart 125 tem capacidade e potência maiores: 124,6 cm³ e 10,3 cv a 8.000 rpm. O torque máximo é o mesmo – 0,97 kgf.m -, mas só aparecendo a 7.000 rpm.
No dia a dia fica evidente que o Smart leva vantagem na velocidade final, chagando a 90 km/h. O modelo Honda traz um limitador de velocidade, que não permite que o veículo ultrapasse 80 km/h.

DAFRA SMART 125 e Honda Lead 1101

 

Por outro lado, o Lead tem mais torque em baixas e médias rotações, o que facilita a vida do piloto principalmente no momento de arrancar na frente dos carros quando a luz verde do semáforo acende.

A velocidade maior e o torque em uma rotação mais alta no Smart 125 acabam comprometendo o consumo: a média foi de 31 km/l no modelo Dafra, enquanto o Honda Lead fez 34 km/l. Mas essa diferença não chega a atrapalhar a autonomia dos dois modelos. No scooter Honda cabem 6,5 litros, enquanto no Dafra vão 6,9 litros.

Ciclística

Na parte ciclística, propostas bastante similares. O Lead 110 é montado sobre um chassi monobloco. Na dianteira, tem garfo telescópico de 90 mm de curso e roda de 12 polegadas, enquanto na traseira, usa roda de 10 polegadas e suspensão monoamortecida, com 84 mm de curso. O peso a seco do modelo Honda é de 109 kg.

Com 110 kg e montado também sobre um chassi monobloco, o scooter da Dafra também adotou soluções tradicionais: na frente, garfo telescópico de 70 mm de curso e, na traseira, monoamortecedor com 50 mm de curso.
Os dois scooters copiam bem as imperfeições do piso, já que os conjuntos de suspensões são firmes, porém confortáveis. Claro que nas “costelas de vaca” e em obstáculos maiores, ambos chegaram a dar fim de curso. Nesse quesito, o scooter Dafra acaba levando certa desvantagem sobre o Honda, já que tem as duas rodas de 10 polegadas.

DAFRA SMART 125 e Honda Lead 110

 

Outro ponto positivo do Lead é o sistema de freios formado por disco de 190 mm de diâmetro na frente e tambor de 130 mm atrás, além de freio de estacionamento. O conjunto merece destaque, pois traz o sistema CBS (Combined Brake System). Ou seja, ao acionar o manete do freio traseiro, o disco dianteiro também entra simultaneamente em ação, o que representa menor espaço de frenagem e mais segurança para o piloto.

Já o Dafra Smart tem freios tradicionais: disco simples de 180 mm de diâmetro na frente e tambor de 130 mm, atrás. Também garantem boas e seguras frenagens, mesmo em situações extremas, porém sem o advento do CBS. Mas, cá entre nós, o sistema da Honda é útil para iniciantes, mas chega a atrapalhar quem tem mais experiência, principalmente em manobras de baixa velocidade quando se deseja apenas frear a traseira.

DAFRA SMART 125 e Honda Lead 110Completam o conjunto ciclístico pneus sem câmara Pirelli SL 26 no Smart e pneus fabricados em Taiwan pela Cheng Shin no Lead. Nesse tópico ponto para o modelo Dafra.

 

Conforto e praticidade

No quesito conforto, os dois modelos estão perfeitamente de acordo com sua proposta de veiculo urbano. O piloto fica sentado, com os pés bem apoiados no assoalho e protegidos pelo escudo frontal. Assim, o condutor pilota de forma bastante ergonômica, exceção, é claro, para motociclistas com mais de 1,85m, que ficam espremidos entre guidão e banco.

painel da Honda Lead 110

 

Para facilitar ainda mais a vida dos pilotos, os modelos oferecem comandos de fácil acionamento. Apesar do visual bastante harmônico do painel de instrumentos do Lead, a peça desenvolvida para o Smart 125 leva vantagem na iluminação – principalmente para deslocamento noturno -, além de contar com um pequeno display de cristal líquido, que indica nível de combustível, hodômetro (parcial e total) e hora. Como diferencial, o scooter Dafra também tem lampejador de farol alto e um indicador de troca de óleo (Oil Change), que informa ao piloto a hora certa de trocar o óleo do motor.

painel DAFRA SMART 125

 

Para estacionar, o Dafra Smart 125 traz ainda descanso lateral e cavalete central. O modelo Honda oferece apenas o cavalete central. Segundo o fabricante, por medida de segurança. Mas já é possível instalar um “pezinho” no Lead, que pode ser encontrado o mercado de motopeças por cerca de R$ 70,00.

O scooter da Honda leva vantagem sobre o Dafra em três itens quando o assunto é praticidade. Em primeiro lugar, sob o banco há espaço suficiente para acomodar dois capacetes abertos e algumas outras quinquilharias. No modelo Dafra, mal cabe um capacete aberto. No Lead o bocal do tanque de combustível fica no assoalho, enquanto que no Smart é preciso levantar o assento para abastecer. Outro diferencial é que no modelo Honda as pedaleiras retráteis oferecem mais conforto para a garupa. Os dois modelos trazem ainda “porta luvas” na parte traseira do escudo frontal, que pode ser trancado com chave, e bagageiro de série.

DAFRA SMART 125 e Honda Lead 110

 

Para finalizar, o scooter Honda Lead 110 tem preço sugerido de R$ 6.062,00. Enquanto o Dafra Smart 125 tem preço fixado em R$ 5.660,00. Os valores sugeridos são válidos até 30 de março, data que acaba a isenção da Cofins para modelos até 150cc. Além do preço que pode pesar na hora da compra, o consumidor pode optar pela maior praticidade do scooter Honda Lead 110 ou no desempenho melhor do Dafra Smart 125.

FICHA TÉCNICA
DAFRA SMART 125

Motor: OHC, quatro tempos, monocilíndrico, refrigeração a ar
Cilindrada: 124,6 cm³
Potência máxima: 10,3 cv a 8000 rpm
Torque máximo: 0,97 kgf.m a 7000 rpm
Sistema de Combustível: Injeção Eletrônica
Partida: Elétrica e a pedal
Câmbio: Automático CVT
Quadro: Monobloco
Suspensão:
Dianteira: Garfo telescópico, com 70 mm de curso
Traseira: Monoamortecedor, com 50 mm de curso
Rodas e pneus:
Dianteiro: 3,5 – 10, de liga leve
Traseiro: 3,5 – 10, de liga leve
Freios:
Dianteiro: Disco simples de 180 mm de diâmetro
Traseiro: Tambor de 130 mm
Dimensões CxLxA: 1.986 mm x 674 mm x 1.104  mm
Entre-eixos: 1.240 mm
Distância do solo: 110 mm
Altura do assento: 740 mm
Capacidade do tanque: 6,9 litros
Peso seco: 110 kg
Cores: Preto, grafite, vinho e amarelo
Preço: R$ 5.660,00

FICHA TÉCNICA
HONDA LEAD 110

Motor: OHC, quatro tempos, monocilíndrico, duas válvulas por cilindro, arrefecido a líquido
Cilindrada: 108 cm³
Potência máxima: 9,2 cv a 7.500 rpm
Torque máximo: 0,97 kgm a 6.000 rpm
Sistema de Combustível: Injeção Eletrônica
Partida: Elétrica e a pedal
Câmbio: Automático CVT
Quadro: Monobloco
Suspensão:
Dianteira: Garfo telescópico, com 90 mm de curso
Traseira: Monoamortecedor, com 84 mm de curso
Rodas e pneus:
Dianteiro: 90/90-12 44j, 12 polegadas de liga leve
Traseiro: 100/90-10 56 j, 10 polegadas de liga leve
Freios:
Dianteiro: Disco simples de 190 mm de diâmetro
Traseiro: Tambor, de 130 mm de diâmetro
Dimensões CxLxA: 1.838 mm x 668 mm x 1.125  mm
Entre-eixos: 1.274 mm
Altura do assento: 740 mm
Capacidade do tanque: 6,5 litros
Peso seco: 109 kg
Cores: Vinho, preto, prata e dourado
Preço: R$ 6.062,00

 Fonte: Moto.com.br

Equipe:MotosBR

About these ads

48 Comentários

Arquivado em DAFRA, HONDA, NOTÍCIAS

48 Respostas para “Comparativo – Honda Lead 110 X Dafra Smart 125

  1. Pingback: Comparativo – Honda Lead 110 X Dafra Smart 125 « MotosBR – honda

  2. sérgio Pinto

    Na minha opinião pratica e teórica o scooter dafra dá de 1000 a zero na lead. Para quem não tem intimidade com descanso central, colocar a moto neste é um verdadeiro matírio. A história do porta capacete em baixo do banco nem é tão vantagem assim… Pelo contrário, aqui na minha cidade o que esta acontecendo de roubo, não só de capacete mas de bolsas e outros objetos na Biz não está brincadeira, é só o meliante enfiar a mão pelo paralamas e puxar um cabinho de aço que o banco abre. Em relação ao preço e beneficio a dafra tá de longe. Estou citando estas impressões pq estudei 1 semana as duas opções e na minha opinião a dafra ganha. Tanto que já estou com minha prata. LINDA!!!

    • rosemary c andrade

      pode me passar informações sobre sua satisfação referente a sua dafra smart? sou de Franca sp e estou pensando em adquirir uma smart, mas as opiniões são quase sempre desvantajosa para a dafra e positivas para a honda, pode me dizer se sua smart apresenta problemas se dá dor de cabeça?

      Obrigada pela ajuda

      • Walcyr

        Olá! Veja que um produto HONDA, é tradição,tecnologia e estudo ao longo de mais de 20 anos. Comprei uma Lead 110, e estou mui contente com tudo que essa motoneta pode me proporcionar! Se vc procura economia, garantia de peças e mão de obra especializada,seja naturalmente HONDA, onde quer que vc possa ir pelo Brasil, vc encontrará um oficina HONDA!
        O preço, a assistência e garantia…creio que são coisas que vc procura! E Lembre-se o “barato sai caro”. Paguei pela minha Lead 110 em Março aqui em Cwb,6500 à vista! Passei mais de um mês pesquisando todos os tipos de scooters no brasil, a fim de ter um benefício durável.Estou contente, pois acima de tudo pedi à DEUS direcionamento!

    • juliana

      oi…. concordo com tudo que vc falo e assino em baixo tenho minha smat ja a quaze um ano e amo ela de mais e uma moto muito completa e a tecnologia que ela tem é coisa impressionante mesmo ,ela avisa tudo que está precisando .recomendo mesmo e a minha é amarela …lindona.

    • Marcelo

      Então…. mas a área de bagagem…. o valor de revenda…. as peças de reposição… o custo de manutenção… Vale colocar o descanso lateral da lead.

      • leandro

        comprei uma honda lead e nunca a 2 anos ja ta com 2890 kilometros so gastei ate hoje com combustivel e ainda pego rodovia anhanguera e bandeirantes com ela de boa

  3. Adriano

    Olá, antes de mais nada, gostaria de falar que já tenho uma Smart, amarela igual essa aí da reportagem.

    Bom, eu a considero uma scooter excelente. A única desvantagem real é a do bagageiro, mas como disse o rapaz aí em cima, os ladrões já descobriram como furtar esses bagageiros, e já não é mais seguro, então voltamos para as mochilas. :)

    Acho que quem quer ou precisa andar de moto, tem que entender que não vai ser seguro levar um monte de coisa em cima, ou no banco ou onde quer que seja!

    Em relação a potencia, realmente, falta folego na retomada, mas é só um atraso na resposta, pois depois que o giro sobe ela vai muito bem, inclusive em subidas ou com garupa.

    O fato de a Lead não ter encosto lateral é vergonhoso para a honda, pois com ele você só estaciona e pula da moto, já com o cavalete é o trabalho de descer da moto e puxar ela para trás toda vez, um incômodo.

    Resumindo, considerando preço e características que eu imagino serem mais importantes, eu recomendaria a Dafra.

    Abraço

  4. Gabriel

    Faço algumas perguntas para quem está em dúvida entre as duas scooter’s: Qual marca é mais confiável, Honda (líder de mercado a séculos) ou Dafra? Qual é melhor pra revender? Qual está a mais tempo no mercado? Comprar uma Dafra é casamento, vc nunca venderá…

  5. Márcio Ramos

    Considero estas questões de desempenho como secundárias, pois, quem adquire uma scooter destas sabe bem suas limitações e objetivos. Aceito discutir sobre desempenho em motos acima de 300cc! Por isso, recomendo a quem estiver pensando em adquirir uma scooter dessas que leve em consideração os seguintes itens: Confiança na Marca: 1X0 Honda! Maior rentabilidade na hora da revenda: 2X0 Honda! Menor custo de manutenção: 3X0 Honda! Maior rede de concessionárias: 4X0 Honda! Maior resistência e melhor acabamento do produto: 5X0 Honda! Melhor consumo: 6X0 Honda! E por aí vai! Comprei a minha Lead em Dezembro de 2009 estou adorando e já ganhei dinheiro em cima, pois, comprei com um bom desconto o que me garante no caso de eu querer vendê-la hoje no mínimo restituir o que paguei! Alguém que comprou Dafra pode dizer o mesmo? Abs.

  6. edson

    honda honda honda….aqui a criança quando nasce aprende a falar honda…não é papai ou mamae…
    cara, da pra ver que as outras marcas estao crescendo e existe um numero consideravel de motos yamaha e dafra sendo emplacadas.bobagem dizer q vc tem q comprar uma moto só pq ela é honda ou yamaha etc…vc tem de ver o quanto tem pra gastar e o que o veiculo tem a oferecer em troca. para de ser besta e ficar fazendo esse merchant idiota pra honda.

    • Pedro

      Edson, esta “máxima tupiniquim” de que “moto é Honda” só existe no Brasil. Lá fora o pau pega, porque tem muita coisa boa, mas tanta que brasileiro não sabe da missa a metade. Tanto é verdade que na Europa, um mercado extremamente competitivo e seletivo onde qualidade é levada a sério, existem à venda muitas scooters de origem coreana e taiwanesa, Enquanto aqui o cara começa com o gafanhoto POP 100 carburado, na Tailândia o cara compra o Scoopy 100 com injeção eletrônica, além do gafanhoto ser uma motoneta, e o Scoopy ser uma scooter. Ambos são da mesma marca da asa que trata mercados com estas diferenças brutais.

  7. Eduardo

    Acabei de vender minha Lead e comprar uma Smart…e estou muito satisfeito. Rodei com a Lead por 4 meses e não gostei. O motor é muito fraco, não tem espaço nenhum para os pés e, quanto mais eu olhava pra ela, mas achava que tinha comprado uma Biz disfarçada. Estou com a Smart faz só uma semana mas já rodei bastante. Fora o desempenho do motor (muito melhor) ela é mais bonita e confortável que a Lead. Enfim, a Lead é uma Biz mais fraquinha, a Smart é um Burgman evoluído.

  8. Ninja

    tenho minha smart show lead perde feio essa mota me fez feliz puxei 100 km aki em belém na avn julio cesa corre d+

  9. Renata Alencar

    Fiz o teste drive em todas, a mais bonita e charmosa é a Burgman , a mais bicuda e sem estilo é a Smart e a mais bem acabada e com uma força na subida sem igual e olhe que estava com meu namorado na garupa é a Lead Honda… muito boa !!!

    • contraponto

      lead nao tem mais forca que a burgman nem em pensamento o que ela causa eh um efeito placebo as pessoas acreditam que ela eh mais rapida pq ja esta impregnado na mentalidade que pq eh honda eh boa

      • Frotter

        A Lead tem 9,2 cv a 7500 RPM e a Burgman 12,3 cv a 7500 RPM a diferença do torque é 0,97 para a Lead contra 1,1 para a Burgan. Na prática eu já fiz a mesma subida com ambas sendo que enquanto a Burgman acaba a subida quase com velocidade zero a Lead ainda apresenta folga. Acho que isto se deve a injeção eletrônica da Lead

      • Marcelo Santos

        Você está confundindo força com arranque. A burgman sai na frente da Lead, isso é fato. Porém nas subidas ela fica pra trás. Eu faço o percurso ABC – Santo Amaro todos os dias, e pego o subidão de Diadema onde é o início da Av. Cupecê. Não foi uma nem duas vezes que eu deixei pessoas de Burgman pra trás na subida. Agora na saída é outra estória: ela realmente sai na frente. E eu não me importo com isso nem um pouco, pois estou interessado no conjunto. Se eu quiser disputar corrida com alguém em uma Scooter eu compro uma Citycom.

  10. Frotter

    Não entendi ainda porque a Honda entrou no mercado com um Scooter abaixo de 125 cilindradas, pela legislação veículos abaixo de 125 não podem rodar em pistas de alta velocidade como algumas que cercam minha cidade ( São Paulo) , na revenda informam que os policiais fazem “vista grossa” para isto, porém, vai que vc pega um FDP e acaba tendo a motoca retida….
    Meu deslocamento diário é São Paulo / São Bernardo e sou obrigado a transitar pela Anchieta o que inviabiliza o uso da Lead ou da Neo, sendo que a Burgamnn está fora de linha, só sobra mesmo a Dafra.
    A Kasisnki faz um ano que lançou uma 150 ( prima) porém é lenda, ela ainda não chegou na revenda para comercialização e a fábrica nem sabe quando ou se vai acontecer isto.
    Se a Honda fosse 125 já teria comprado pois traz pedaleiras retráteis para carona ( experimente andar de carona nuuma Dafra) , tanque de combustível com enchimento sem precisar abrir o tanque ( frentista grosso molha tudo com gasolina), bom espaço de bagagem, etc etc…

    • Marcelo Santos

      Olha, eu moro em São Caetano, e atendo clientes na grande SP. Pego a Anchieta para ir para a Faculdade todos os dias, e não tive nenhum problema quanto a isso. E sinceramente? andar a 100 por hora com uma moto em São Paulo, seja em qualquer via já é complicado imagina numa scooter. Quer esgolear? Compra uma 250, 300 não uma Lead.

      • Frotter

        Marcelo,
        Estou falando sobre legislação e não sobre velocidade.
        Se você pega Anchieta todos os dias com uma moto abaixo de 125 cilindradas, todo dia você comete uma infração de trânsito que poderia ser evitada com um veículo de maior cilindrada

      • Marcelo Santos

        Frotter,

        Pesquisei na internet e não encontrei a Lei, apenas referências a proposta de lei que cita essa alteração, datada em alguns sites de 2009.

        Como minha área de atuação não é a Jurídica, gostaria de saber mais: Isso já foi promulgado? tá valendo hoje em dia?

        Pois eu pensava que era uma Lei municipal (Cidade de SP) e não para o Estado Inteiro ou o Brasil.

        Grato.

      • Frotter

        Opa Marcelo, nem eu também sou desta área.
        Sei que havia o projeto de lei nº 4701/2009
        ( link : http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=424012 ) de âmbito federal
        A informação de que este projeto virou lei, foi dada a mim pela própria revenda Honda, porém, não encontro esta lei promulgada.
        Ciclomotores e motonetas já são proibidos no rt. 57 do CTB.
        Particularmente acredito ser uma ignorância utilizar a cilindrada como base para efetuar uma restrição de tráfego, visto que não é ela o que limita velocidade ou segurança do veículo ( qualquer um que seja).
        A pintegra do projeto se encontra neste link :

        http://www.camara.gov.br/sileg/integras/633640.pdf

        Na lei, pelo que eu siba, ind não houve alteração :

        http://www.planalto.gov.br/ccivil/leis/L9503.htm

        Porém, os contatos que eu fiz indicam que será em breve alterada caso não tenha sido ainda. Estou e baseando nas informações da Honda , Dafra, Suzuki e Yamaha para acreditar que realmente há este limite.

  11. Marcelo Santos

    Olha, se Dafra fosse tão boa assim, não haveria tanta gente reclamando da qualidade e do atendimento péssimo da sua pequena rede de concessionárias. Tem até um vídeo na internet com o Título “dafra voce em cima duma mer*&*”. Procure no Google que você acha. Então, eu acho que quem critica Honda só tem um motivo: não tem dinheiro para ter uma. Eu não troco a qualidade e confiança na marca por preço. Quero uma moto confiável e não me arrependo de ter comprado a Lead. Dafra e Burgman nem passaram pela minha cabeça como opções de compra.

    • Pedro

      Nem todos, decerto, simpatizam com a Honda ou com a Yamaha ou com a Suzuki não por falta de dinheiro, porém por questões pessoais, e preferem, assim, estas marcas alternativas que dão conta do recado.

      Aliás, em boa hora chegaram todas elas ao mercado brasileiro estagnado e dominado pelas japonesas há anos, não significando serem estas a 8.ª Maravilha do Mundo, nem aquelas a salvação da pátria, todavia a concorrência sempre é bem-vinda.

  12. Anderson

    o mais completo clube d HONDA LEAD NA INTERNET

    http://lead.forumeiros.com/

  13. Fabio Mariani

    Tenho que concordar com o Marcelo Santos, pois HONDA é confiável, salvo uma exceção ou outra.
    Já Tive Yamaha, Honda XRE300, Suzuki Vstrom e, de todas as 3, a única pós venda que não tive problema foi Honda, aliás, sempre quando precisei foi serviço de primeira.
    Fiz uma grande pesquisa antes de comprar minha scooter, várias marcas, comparativos de todos itens possíveis e imagináveis. CLARO que escolhi a LEAD. Assim como o Marcelo, também já procurei pneus, traseiro e dianteiro da LEAD, que ouvia dizer que eram muito difíceis de achar, e, caso achasse eram caros demais (que eu saiba isso acontece com a 950 Midnight Star da Yamaha). Encontrei ambos os pneus, por preço bem normal.
    Sinceramente gosto não se discute, mas qualidade sim. Gosto é de cada um, qualidade é do produto que está sendo cotado para compra. Se você gostar mais da Dafra Smart, da Suzuki Burgman, parabéns, vai fazer uma boa compra, pois as scooters serão bem eficientes no quesito ir e vir e economia. Agora, o dia que der algum problema, vamos torça para ser bem atendido (como normalmente é nas concessionárias Honda) e ter o bem reparado por um preço justo e num tempo razoável. (cuidado com falta de estoque.)
    Bom, boa sorte em qualquer decisão que tomar! Use sempre o capacete, AFIVELADO!
    Sds,
    Fabio Mariani

    • Marcelo Santos

      Meses depois, cá estou eu: 15mil Km… E qual dor de cabeça tive até agora? Nenhuma. É só trocar o óleo e abastecer e pegar a estrada. Para transporte Urbano é a melhor relação custo x benefício na minha humilde opinião.

  14. Waldimir da Costa Silva

    Eu resolvi, vou adquirir uma Smart, pois é a que mais atende a realidade da categoria, sem exceder as necessidades e atender o custo benefício. Alguns colegas questionaram acima a confiabilidade da Honda ser maior por ser mais tradicional no Brasil, mas na verdade venho tendo uma experiência contrária a esta afirmação; já foram três motos que adquiri e saíram de linha logo após obtê-las o que me fez ter um prejuízo financeiro e por que não moral ou psicológico. Me sinto muito desprezado como consumidor da Honda e não vejo mais tradicionalismo o que foi substituído pelo modismo. Portanto pelo estado volátil, volúvel e não estável atual dos modelos Honda, prefiro a Dafra que quer criar paradigmas, tradicionalismo e mercado no Brasil, por isto quero acreditar na Dafra. Poço estar até errado quanto a Dafra, mas não estou com relação a Honda, por experiência própria pois ela se acha demais e acredita que vai continuar vendendo modelos por temporada e mudá-los como se muda um compulsivo em moda de roupas, bem eu não tenho dinheiro para acompanhar esta tendência, prefiro os tradicionais.

    • Pedro

      Concordo contigo, Waldimir, pois alguns destes produtos Honda são ou chineses ou de outros países asiáticos, no entanto os admiradores da marca não o admitem ou ignoram, quando sentam a pua nestas marcas alternativas de origem chinesa e até indiana.

      Pode até ser que nem todos os produtos chineses no Brasil sejam confiáveis, porém não se pode generalizar, uma vez que há boas marcas já consolidadas no mercado.

  15. Waldimir da Costa Silva

    Tenho 26 anos como motociclista e sempre tive Honda, mas acabou. Ter adquirido a Falcon 400cc e 6 meses depois sair de linha foi a gota d’água. Foi a terceira moto que fizeram isto comigo. Continuo com minha Falcon e quero agora uma Scootter e vai ser a Dafra Smart, pois como Engenheiro Mecânico, motociclista experiente e consumidor tradicionalista que curto grandes nomes imortais, como Mustang, Harley, BMW, Blazer, nomes de 10, 20 anos e que confundem com a história, não quero modelos de época e acredito que a Dafra veio para saciar o desejo de muitos como eu que pagam e tem condições de manter o bem, sem precisar de depender de novos modelos todo ano, afinal o correto é ser feliz com o que tem e não com o que não possui e mudar de modelos é uma forma de praticamente obrigar o compusivo a vender o que tem por algo que não possui, vejo isto como praticamente imoral.

  16. Dinho

    Tive uma desgraça na minha vida chama Sundown Future, então não quis mais inovar (arriscar). Comprei a ronda lead… é outro nível, é outra coisa.. pra começar, preste atenção no quanto é silenciosa a honda e compare com qualquer outra… o q reclamo é do pezinho de série q n vem e só…………. meu.. não faça merda.. n compre marca sem conceito.. estar há anos e ser a prefência dos motoboys, que conhecem de moto melhor que ninguém, já diz tudo!

    • Pedro

      Se fosse assim, deveríamos estar ainda rodando no Fusca, coisa bem resistente, “não quebra nunca”. Conheço mais proprietários felizes com o Sundown Future que infelizes.

  17. meu macho

    Bando de pela saco compra uma moto ahahhahah

    quem paga isso paga uma 150 honda

  18. takahara fujiura ashima animoto

    Eu gosta de motos mais grandes, motos mais pequenas são ruins velocidade baixa

  19. Mauricio

    Comparar HONDA com Dafra é o mesmo que comparar Jesus Cristo com Zé Buchudo!!! a única questão é o descanço centrale que assim mesmo tem para vender no mercado e concessionarias HONDA!! HONDA é HONDA….

    • Pedro

      Meter Jesus Cristo nesta discussão já faz o cara perder toda consideração. Ninguém está exatamente comparando Honda com Dafra nem com qualquer outra, embora as opiniões recaiam sobre duas scooters, veículos semelhantes em suas propostas.

  20. Wendel

    O amigo lá em cima escreve que que a Honda é a melhor principalmente porque a maioria dos motoboys possuem uma.Eu lhes pergunto:
    Devo levar isto em consideração para escolher a marca da moto que devo comprar? Detalhe —-Já tive três retrovisores destruídos por motoboys.
    É amigo,acho que vou fujir da Honda!

    • ARQMOTO

      falando em CG, realmente elas qguentam mais o dia-a-dia, mas depende do piloto também, honda no Brasil tem uma comercialização melhor e o valor das peças mais acessiveis, mas também acabam sendo as mais roubadas … escolha alguns modelos e faça o test-drive, a que se ancaixar melhor com vc é a moto certa … boa sorte …

    • Pedro

      Se motoboy e taxista fossem referências, então teríamos somente CG e Gol nas ruas. Ora, por favor. Faz 40 anos que a Honda fabrica a tal CG e ela só poderia ser boa mesmo, entretanto isto não desmerece as outras marcas.

  21. FABIO

    Estou analisando esses três modelos a quase três anos e posso garantir que a melhor escolha é a SMART DAFRA, mas respeito a opinião de todos. Ser feliz é o que importa !

  22. flavio

    esse tópico tá ruim de morrer hein…
    Bom, entre lead e smart, vai muito do gosto pessoal, mas questionar a qualidade da smart é irracional… isso porque a fabricante da smart não é a dafra, mas a houjue.. que também fabrica burgman, intruder e yes da suzuki… isso mesmo a suzuki não faz moto pequena só as bandit pra cima.. as de entrada ela compra o projeto da haujue.. e coloca o nome dela. já a dafra não comprou, apenas fez uma parceria e trouxe a marca haujue sem maquiagem como fez a suzuki. intruder, burgman e yes , são de qualidade inquestionável… pois já tive uma intruder 125 e é um tanque de moto… então como falei anteriormente fica apenas questão de gosto pessoal, pois a smart tem tanta qualidade quanto a lead… no meu caso acho a smart mais parruda e com estilo mais europeu… a lead parece uma biz mal resolvida… tenho uma fazer 2011 e estou trocando pela smart pois estou buscando mais praticidade pro dia a dia..

  23. Zica do Pantano

    Eu estou pesquisando que Scooter comprar para minha cunhada, pois eu tenho uma Yes 125. A que mais agrada é a Prima 150 mas a Smart e Burgman não serão descartadas. Honda nem pensar, depois que tive a minha CBR 450 roubada. Infelizmente esse fator é determinante na escolha, pois levar um 38 na cara só porcausa das asas na moto… sem contar que qualidades todas outras motos tem, basta procurar o que realmente importa para vc. Meu irmão tem uma TVS 150 Apache… sem comentários … ela é sensacional! e a minha é uma Haoje vulgo Suzuki. Peças e tudo que precisamos temos fácil fácil. Dizer que a moto x é melhor na revenda… afff desmerece qq um. E se os motoboys soubessem tudo de moto, eles não ficavam dando pipoco, colocando estralador para infernizar a todos, trocando óleo com 10 km, imendando corrente.. se deixar eu fico aqui até amanhã..

  24. Roberto

    Honda como menor custo de manutenção só em moto de motoboy!
    Scooter é outro universo bem diferente. Embora eu concordo que a Dafra esteja ainda engatinhando como montadora, Experimenta procurar o pneu dianteiro da sua querida Honda Lead??? Ao menos a Smart compartilha muita coisa da Suzuki Burgman, como os pneus 10′ que se acha fácil. Quanto à resistência, a Smart é produzida pela mesma empresa que faz a nossa Burgman, que é um trator de tão resistente. Ainda não entendi porque a Smart veio pela Dafra, e não pela Suzuki.
    O acabamento da Smart é muito bom, aliás, o acabamento dessas novas motos Dafra, como a Apache e a Smart são ótimos. Vamos abrir a mente, minha gente.

    Uma correção, rentabilidade é quando se consegue MAIS do que se pagou por uma coisa, e isso não acontece em NENHUM veículo, ainda mais recém lançado no mercado. Restituir o que pagou é utopia. Você comprou em 2009, mas qual é o modelo? 09/09, 09/10 ou 10/10? E os impostos logo no meio do ano não conta? Pense nisso.

  25. Marcelo Santos

    Desculpe, más eu encontro o Pneu da Lead em pelo menos 2 concessionárias aqui em São Caetano. E no centro de SP idem. E no Mercado Livre tbm. Já tive Yahama e Honda, e com essas duas marcas nunca tive problema em encontrar peças. Apesar que a Honda sempre foi mais fácil. Um Michelin traseiro custa 100 reais. Na concessionária tá 110 colocado.

  26. Marcelo Santos

    Correção: troquei o traseiro com quase 10.000. Na CC Saiu 110 colocado. No paralelo custaria 90 colocado. Quando estiver próximo dos 18 mil, aí será necessário trocar o dianteiro e traseiro. Mesmo assim, ainda estou no lucro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s